quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

FERIDO PELOS "AMIGOS".

Se alguém lhe perguntar: Que feridas são estas no seu corpo? Ele responderá: "Fui ferido na casa de meus amigos" (Zc.13.6).

Este versículo faz parte de um contexto histórico que acontecerá na nação de Israel por ocasião da total restauração da nação no período do milênio, onde Cristo reinará. Esta profecia está relacionada a eliminação dos falsos profetas. Diz o texto que, naquele dia será eliminado todo o falso profeta da terra de Israel, porque o povo terá um coração preparado e disposto para servirem só ao SENHOR, e não aceitará adoração aos ídolos nem as mentiras dos falsos profeta. Naquele dia todo profeta se envergonhará de sua visão profética. Não usará manto de profeta, feito de pele, para enganar. Ele dirá: Eu não sou profeta. Sou um homem do campo; a terra tem sido o meu sustento desde a minha mocidade. Se alguém lhe perguntar: Que feridas são estas no seu corpo? Ele responderá: "Fui ferido na casa de meus amigos" (Zc.13.1-6). Esta profecia de Zacarias é escatológica e terá o seu real cumprimento após o período da grande tribulação e o estabelecimento do reinado de Cristo sobre Israel e toda a terra. Leia Zacarias 14, o último capítulo.

Na aplicação deste versículo de Zacarias 13.6, podemos extrair algumas lições para o nosso aprendizado e pratica de fé. Observe a resposta da pergunta que foi feita: Que feridas são estas no seu corpo? "Fui ferido na casa de meus amigos". Aqui nós aprendemos que, geralmente quem nos fere ou nos trai, não são os nossos inimigos, mas sim os "amigos". No livro dos Salmos está escrito: Se um inimigo me insultasse, eu poderia suportar; se um adversário se levantasse contra mim, eu poderia defender-me; mas logo você, meu colega, meu companheiro, meu amigo chegado, você, com quem eu partilhava agradável comunhão enquanto íamos com a multidão festiva para a Casa de Deus (Sl.55.12-14). O poeta deste salmo deixa subtendido nas entrelinha que, de um inimigo declarado ele espera tudo e até dar para suportar. Mas, o que lhe deixa surpreso é o fato de ele ter sido traído pelo seu próprio amigo íntimo. Na nossa vida cotidiana, em nossas atividades seculares e ministerial na obra de Deus, isto também nos acontece. As vezes nós somos feridos e até traídos por aqueles que jamais esperávamos. Não deveria ser assim, mas infelizmente acontece.
Á luz da Bíblia, nós vamos aprender com muitos fatos que se repetiram na história de muitos servos de Deus, até o próprio Jesus, nosso Salvador e Mestre, foi traído e ferido pelos seus amigos e irmãos.

ALGUNS EXEMPLOS DOS QUE FORAM TRAÍDOS, FERIDOS E ATÉ MORTOS PELOS SEUS IRMÃOS E AMIGOS:

- Abel.
- José.
- Jefté.
- Davi.
- O filho pródigo.
- Estevão.
- Jesus Cristo.

Quem matou Abel?
- Seu irmão.

Quem vendeu José?
- Seus irmãos.

Quem expulsou Jefté?
- Seus irmãos.

Quem sentiu inveja de Davi?
- Seus irmãos.

Quem não ficou contente com a volta do Filho Pródigo?
- Seu irmão.

Quem apedrejou até a morte o diácono e pregador Estevão?
- seus próprios patrícios. 

Quem condenou Jesus à morte e absorveu o malfeitor Barrabás? 
- Seus próprios irmãos judeus.

Enfim, entre tantos exemplos na Bíblia, percebemos que todos os que foram TRAÍDOS, FERIDOS e MALTRATADOS pelos seus próprios IRMÃOS, foram muito abençoados, guardados por Deus e por fim coroados.
Portanto, ignore os falsos irmãos e amigos que estão ao seu redor, faça oração por eles. Não desanime por causa dos invejosos que lhe persegue, lhe fere e lhe trai. Não deixe de frequentar a Casa de Deus, não abra mão da sua vida de comunhão com Deus, só porque alguém lhe feriu.
Nunca esqueça, o seu negócio é com Deus. Está escrito: Levantando-se contra ti o espírito do governador, não deixe o seu lugar ... (Ec.10.4). Amém! 

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

UMA REFLEXÃO: TODOS SÃO PROFETAS?

Amados, não creias em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo (I Jo.4.1).

Estamos vivendo uma época que muitos estão se intitulando profeta, tanto homens como mulheres. Ultimamente as redes sociais tem se tornado um campo fértil para esses pseudos profetas se manifestarem com suas mensagens obvias, cheias de fantasias e sensacionalismos. Esses pseudos profetas utilizam a Bíblia e muitas vezes fazem uso de línguas "estranhas" para demonstrarem espiritualidade enganando assim os cristãos carentes de ouvirem algo verdadeiro vindo da parte de Deus. Infelizmente, não são poucos os cristãos que perdem seu tempo vendo e ouvindo as lives desses falsos, que se usam em nome de Deus por pura vaidade e retorno financeiro.
O verdadeiro profeta é um homem solitário, um homem de poucos amigos, um homem que procura viver em constante comunhão e comunicação com Deus. O profeta verdadeiro ele não busca fama nem aplausos, ele não se preocupa em aparecer, mas faz questão de deixar que Deus apareça. Ele não busca glória para si, mas transfere toda honra e glória para Deus. A pessoa que se diz profeta e depois que dar a profetada pede aos seus ouvintes que depositem dinheiro na sua conta, este está muito longe de ser um profeta verdadeiro. Ainda um detalhe, muitos dizem ter um recado de Deus, mas só vai falar depois que atingir uma grande quantidade de compartilhamentos e depois de muitas curtidas. Desculpa irmãos, mas Deus para falar não precisa dessas coisas, Ele fala com você de maneira simples e objetiva, é só você abrir a sua Bíblia e ler, ela é a verdadeira profecia. Ou caso você seja um crente de altar, é só entrar em um particular com Deus e Ele vai se revelar e falar tudo que você precisa.
Por causa das profetadas desses falsos, tem muitos crentes atrapalhados e frustrados porque o esperado que foi profetizado pelo pseudo profeta não aconteceu. Isto é fato, e está acontecendo também no meio do povo de Deus, há muitas igrejas que valorizam os movimentos das emoções, onde muitos se usam em nome de Deus e nada acontece. Deixe de ouvir Genésio e dê ouvidos a voz de Jesus. Deixe de ouvir a profecia do senhor (do homem) e ouça a voz do Senhor Deus Todo-poderoso. Amém!
Faça como Jó, busque a Deus em oração e Ele lhe dará resposta. Diz o texto sagrado: E o SENHOR virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos ... (Jó.42.10).
Uma ressalva, há muitas pessoas, servos e servas do SENHOR, que são sérias e bem intencionadas, prestando um grande serviço para Reino de Deus através da internet, nas redes sociais e na mídia em geral. Mas precisamos estar alertas e usar o crivo da palavra e examinar o que vem de Deus e o que não é de Deus, para não sermos enganados pelos pseudos profetas da atual modernidade. Pense nisso.

domingo, 12 de janeiro de 2020

OBEDECENDO A PALAVRA.

Não se aparte da tua boca o livro desta Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então. prudentemente te conduzirás (Josué, 1.8).

A nossa obediência a palavra de Deus deve ser indispensável, para sermos bem sucedidos e para que tenhamos uma boa saúde espiritual. Há muitas coisas na bíblia que são indispensáveis, mas se viermos a dispensa-las sofreremos as consequências. O problema é que muitas pessoas querem adaptar a palavra de Deus as suas próprias conveniências e modo de vida. Todavia, nós é que temos de nos moldar a palavra e não a palavra a nós. Jesus disse: Vós seres os meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando (Jo.15.14). Todas as bênçãos de Deus para nós, estão condicionadas a nossa obediência. O SENHOR falou através do profeta: Se quiserdes, e ouvires, comereis o bem desta terra. Mas, se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do SENHOR o disse (Is.1.19,20). A obediência a palavra de Deus, resultará em bênçãos e haverá estabilidade material e espiritual. Amém! 

SETE COISAS INDISPENSÁVEIS NA BÍBLIA:

1- Sem lenha o fogo se apaga (Pv.26.20).

2- Sem profecia o povo se corrompe (Pv.29.18).

3- Sem santificação ninguém verá o Senhor (Hb.12.14).

4- Sem fé é impossível agradar a Deus (Hb.11.6).

5- Sem derramamento de sangue não há remissão (Hb.9.22).

6- Sem amor todas as nossas obras serão inválidas (I Co.13.1-3).

7- Sem Jesus nada podemos fazer (Jo.15.5).

SETE COISAS QUE DEVEMOS FAZER COM O LIVRO.

1- Amar o Livro.

2- Meditar no Livro.

3- Ler o Livro.

4- Estudar o Livro.

5- Falar do Livro.

6- Obedecer o Livro.

7- Crescer no conhecimento do Livro.

* O nosso apego ao Livro fascina o céu, incomoda Satanás, edifica a nossa vida e alimenta os famintos. 

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

GRATIDÃO.

Que darei ao SENHOR por todos os benefícios que me tem feito? (Salmos, 116.12).

Geralmente, nós temos a tendência de pedirmos mais, e darmos menos ao SENHOR. Deus quer que sejamos gratos por tudo que Ele nos tem dado e realizado a nosso favor. O poeta deste salmo, reconheceu que estava cheio das bênçãos do SENHOR, e diante de todos os benefícios que ele havia recebido exclamou: "Que darei ao SENHOR por todos os benefícios que me tem feito"? Ao que ele mesmo responde: "Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR" (Sl.116.12,13). Observe que o salmista não falou em retribuir ao SENHOR nada que fosse material. Mas ele declarou a sua gratidão dizendo que faria duas coisas: "Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR". Mas, o que é tomar o cálice da salvação e invocar o nome do SENHOR?

CÁLICE DA SALVAÇÃO.
O cálice da salvação é uma expressão que envolve uma série de coisas. Isto pode significar: Aflição, tribulação, renúncia, total dependência, obediência, sacrifício, lutas, perseverança, etc. Tudo com uma convicção de fé e esperança, por amor ao autor da nossa salvação.

INVOCAR O NOME DO SENHOR.
Invocar o nome do SENHOR, implica em buscar a sua face constantemente, seja através da oração, seja através da leitura, estudo e meditação da palavra, bem como sendo um verdadeiro adorador e realizador da obra de Deus.

CONCLUSÃO:
O poeta do salmo diante dos benefícios recebidos do SENHOR, se sentiu devedor a Deus por todas as bênçãos recebidas. Ele se perguntou: Que darei ou como pagarei ao SENHOR por todos os benefícios que me tem feito? Ele estava sendo grato e reconhecendo o favor de Deus. A exemplo do salmista, que possamos também sermos gratos a Deus e lhe retribuir com toda a nossa devoção, fé e obediência. Amém!

sábado, 28 de dezembro de 2019

O QUE FAZER PARA SER SALVO?

E tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa (Atos.16.30,31).

O homem por natureza é um ser religioso, e por esta causa ele busca respostas em seus vários questionamentos. A grande pergunta é: Será que estou salvo? E se não, o que devo fazer para ser salvo? É normal, é lógico, é salutar que todos querem ser salvos. O termo "condenação" não é agradável, ninguém em sã consciência escolhe a condenação. Todavia, para ser salvo é preciso fazer alguma coisa. Sim, mas que coisa é essa que se deve fazer? É simples, e ao mesmo tempo complicado para alguns. Sobre esta questão, Jesus falou: Quem crer será salvo, quem não crer será condenado (Mc.16.16). Pode ser fácil crer, difícil é deixa o pecado e viver uma vida de renúncias. Porque crê em Jesus Cristo como o único Senhor e Salvador é o que se deve fazer para ser salvo. Porém, esta fé implica em obediência aos ensinamentos de Jesus. No relato bíblico narrado pelo escritor Lucas no livro de Atos 16, o carcereiro desesperado, perguntou a Paulo e Silas: Que é necessário que eu faça para me salvar? A resposta foi: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa (At.16.30,31). Simples, basta crê. Quanto se deve pagar para ser salvo? Nada, é de graça, o auto preço já foi pago por Jesus na cruz do calvário. Agora é só crê e aceitar o plano da salvação que Deus nos oferece por Jesus Cristo nosso Salvador.

QUATRO PASSOS PARA SALVAÇÃO:

1- ARREPENDIMENTO.
Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor (Atos, 3.19).

2- CRER.
A saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação (Rm.10.9,10)

3- OBEDECER.
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu. E, sendo Ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem (Hb.5.8,9).

4- PERSEVERAR.
E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que persevera até o fim será salvo (Mt.24.12,13).

CONCLUSÃO:
Algumas coisas na vida nós podemos adiar e deixar para depois. Mas quando se trata da nossa salvação, a Bíblia nos aconselha que devemos nos decidir com urgência: Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação (II Co.6.2). Portanto, como diz o Espírito Santo, se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais o vosso coração, como na provocação, no dia da tentação no deserto (Hb.3.7,8). Agora, não pense duas vezes, não vacile, aceite o plano da salvação crendo em Jesus Cristo, aceitando-o como seu único e suficiente Senhor e Salvador. Amém!

domingo, 15 de dezembro de 2019

CONSCIÊNCIA CAUTERIZADA.

O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada (I Tm.4.1,2).

Paulo enfatiza por uma visão do Espírito, que os últimos tempos seriam marcados pelo abandono da fé, devido ao fato que muitos cristãos seguirão espíritos enganadores e ensinamentos inspirados pelos demônios. Paulo prossegui dizendo, que tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos que estão com suas consciências cauterizadas em relação ao pecado e todo tipo de maldades.
Por incrível que pareça, estamos presenciando uma multidão de pessoas céticas que se tornaram insensíveis as coisas sagradas, ao ponto de zombarem e blasfemarem de Deus e de tudo que é sagrado. Como pode um grupo de pessoas em sã consciência apresentarem um filme para o dia de Natal, dezembro 2019, sobre a pessoa do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo de forma blasfema. Sendo este filme intitulado: "A primeira tentação de Cristo". Onde a narrativa e enredo do filme vai apresentar um Jesus Gay e um Deus pregador que tenta seduzir Maria ... Entre outras aberrações e blasfêmias acerca de Jesus. Isto é inspiração do inferno, mentes diabólicas, pessoas desprovidas do temor a Deus e respeito a religião, ao que é sagrado.
Esta frase pode custa muito caro para quem a pronunciou: "Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus" ...
Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará (Gl.6.7). A conta vai chegar e o preço é altíssimo.

CONSCIÊNCIA CAUTERIZADA.

Consciência ou mente cauterizada, é uma consciência morta, sem sentimentos, insensível ao pecado.
O termo "cauterizada" no grego "kauteriazo", significa "marcar com ferro em brasa". Esta marca com ferro em brasa viva, eram marcadas nos gados pelos seus proprietários, que após sarada e cicatrizada  a ferida, aquele local ficava insensível ao animal. Sua mensagem figurativa fala de vidas insensíveis, as quais foram marcadas pelo pecado e já não há mais incômodo algum com aquelas marcas provocadas pelo fogo devastador do pecado. Pessoas que estão com suas consciências cauterizadas pelo pecado, ficam com suas mentes adormecidas e não reagem mais ao pecado e vê tudo com naturalidade. Quem tem a consciência morta não vê o tamanho do seu pecado, mas procura sempre esconder-se na mentira, no engano, na hipocrisia, para que ninguém tome conhecimento dos seus procedimentos sujos.
Uma pessoa com a consciência cauterizada, vive naturalmente no pecado e acha tudo normal. Este tipo de gente pode torna-se pessoas blasfemas, ao ponto de zombar e brincar com as coisas sagradas. Mas com Deus não se brinca, quem blasfema do que é sagrado e zomba de Deus, certamente irá colher o fruto da sua semeadura. A lei da semeadura e de causa e efeito é verdadeira. A ciência diz: Toda ação provoca uma reação. Está escrito: Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará (Gl.6.7). A prestação de contas vai chegar para os blasfemadores, e o preço e muito alto.
A boa notícia é que, há esperança para os blasfemadores que estão com suas consciências cauterizadas pelo pecado. Pessoas frias e calculistas, insensíveis e indiferentes a tudo e a todos, podem ser restauradas pelo poder da palavra de Deus. É preciso deixar o pecado, confiar em Deus e fixa a mente Nele. Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti (Is.26.3).
A mente insensível e insensata, poderá ficar sensível e sábia pelo poder da palavra de Deus. Está escrito: "Não é a minha palavra como fogo, diz o SENHOR, e como um martelo que esmiúça a penha? (Jr.23.29). A nossa oração é para que as consciências cauterizadas pelo pecado, que torna as pessoas maldosas e insensíveis, sejam regeneradas e transformadas pelo poder da palavra de Deus.
Ainda há tempo, o profeta exorta: Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar (Is.55.6,7). Corre que ainda há tempo! Escapa por tua vida, antes que seja tarde! O Juiz está à porta.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

O NÚMERO 7 NO EVANGELHO DE JOÃO.

O evangelho de João tem uma visão diferente dos evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas). João apresenta Jesus como Filho de Deus e atesta a sua divindade através dos sinais e milagres operados por Ele. No final do seu livro João escreve: Jesus, pois, operou também, em presença de seus discípulos, muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome (Jo.20.30,31).
No evangelho de João há uma sequência de fatos onde o número 7 aparece de forma implícita, sem que os leitores o percebam.

SETE TESTEMUNHOS QUE ATESTAM JESUS COMO ENVIADO DE DEUS:

1- João Batista.
E eu o vi e tenho testificado que este é o Filho de Deus (1.34).

2- André.
Este achou a seu irmão Simão Pedro e disse-lhe: Achamos o Messias (1.41).

3- Natanael.
Natanael respondeu e disse-lhe: Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel (1.49).

4- Os samaritanos.
E diziam à mulher: Já não é pelo que disseste que nós cremos, porque nós mesmos o temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo (4.42).

5- Pedro.
Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho de Deus (6.68,69).

6- Marta.
Disse-lhe Marta: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo (11.27).

7- Tomé.
Tomé respondeu e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu! (20.28).

SETE MILAGRES.

1- JESUS transforma água em vinho (2.1-12).

2- JESUS cura o filho de um oficial (4.41-54).

3- JESUS cura um paralítico (5.1-14).

4- JESUS multiplica pães e peixes (6.1-15).

5- JESUS anda sobre o mar (6.16-21).

6- JESUS cura um cego de nascença (9.1-14).

7- JESUS ressuscita Lázaro, morto há quatro dias (11.1-45).

SETE SERMÕES.

1- JESUS ensina a Nicodemos acerca do novo nascimento (3.1-21).

2- JESUS instrui a mulher samaritana acerca da salvação (4.1-30, 39-42).

3- JESUS discursa sobre sua deidade (5.16-47).

4- JESUS ensina na sinagoga de Cafarnaum (6.22-59).

5- JESUS ensina no templo na festa dos tabernáculos (7.1-53).

6- JESUS discursa sobre sua missão e declara-se Filho de Deus (8.12-59).

7- JESUS discursa e se declara o Bom Pastor (10.1-21).

SETE DECLARAÇÕES.

1- Eu sou o pão da vida (6.35).

2- Eu sou a luz do mundo (8.12).

3- Eu sou a porta (10.9).

4- Eu sou o bom Pastor (10.11).

5- Eu sou a ressurreição e a vida (11.25).

6- Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida (14.6).

7- Eu sou a videira verdadeira, e o meu Pai é o lavrador (15.1).

SETE REFERÊNCIAS AO ESPÍRITO SANTO:

1- O Espírito sem medidas (3.34).

2- O Espírito como rios de águas vivas (7.37-39).

3- O Espírito como outro Consolador (14.16).

4- O Espírito da verdade (14.17).

5- O Espírito como Aquele Consolador (14.26).

6- O Espírito como o Consolador (15.26).

7- O Espírito Santo assoprado por Jesus (20.21,22).

* O evangelho de João tem 21 capítulos, que é igual a 3x7.

O QUE JESUS REPRESENTA NOS 21 CAPÍTULOS:

1- O Filho de Deus..

2- O Operador de maravilhas.

3- O Mestre divino.

4- O Ganhador de almas.

5- O Grande médico.

6- O Pão da vida.

7- A Água da vida.

8- O Defensor dos fracos.

9- A Luz do mundo.

10- O Bom Pastor.

11- O Príncipe da vida.

12- O Rei.

13- O Servo.

14- O Consolador.

15- A Videira verdadeira.

16- O Doador do Espírito Santo.

17- O Grande intercessor.

18- O Sofredor modelo.

19- O Salvador crucificado.

20- O Conquistador da morte.

21- O Restaurador do arrependido.