domingo, 2 de abril de 2023

QUAL O SIGNIFICADO DO JURAMENTO SOB A COXA?


Então Abraão ordenou ao servo mais velho de sua casa, que governava todos os seus bens: "Põe tua mão por debaixo de minha coxa e jura; eis que te faço jurar pelo SENHOR, o Deus dos céus e o Deus da terra, que não buscarás para meu filho uma mulher entre as filhas dos cananeus, no meio dos quais estou vivendo. Mas irás à minha terra, à minha parentela, e escolherás uma mulher para meu amado filho Isaque!"(Gn.24.2-4).

Tudo indica que este servo fiel seja Eliézer de Damasco (Gn.15.2). Era importante para Abraão que seu servo considerasse a sua incumbência com grande seriedade, a ponto de lhe propor um juramento, quando disse: Põe a mão por baixo da minha coxa, para que eu te faça jurar pelo SENHOR... O conteúdo do juramento era: Não tomarás mulher para meu filho das filhas dos cananeus, mas irás à minha terra, à minha parentela, e escolherás uma mulher para meu filho Isaque.

Esse juramento tem sido chamado, ao longo da história, de "Juramento da Posteridade". O uso da expressão "coxa" é um eufemismo, comum nas traduções dos textos sagrados para as línguas ocidentais modernas, a fim de suavizar a linguagem para nossa cultura. Na verdade, a expressão hebraica é: "Yârêk". Esta expressão sempre aparece quando se refere a parte do corpo situado entre a cintura e a virilha, ao orgão reprodutor masculino, ou seja, o testículo, uma vez que o juramento tem a ver com a continuação da linhagem de Abraão por meio de Isaque e seus descendentes. Em outras palavras, Eliézer fez o juramento colocando a mão na virilha de Abraão, próximo aos testículos.

Partes do conteúdo desta postagem foi extraído da Bíblia King James, p.74.