sábado, 25 de dezembro de 2021

MÃOS CANSADAS E JOELHOS DESCONJUNTADOS.


Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas e os joelhos desconjuntados, e fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja se não desvie inteiramente; antes, seja sarado (Hb.12.12,13).

O escritor aos hebreus após exortar os irmãos a aceitarem a correção do Senhor como disciplina aplicada de Pai para filho (vers.5-11), ele incentiva-os a manterem suas mãos levantadas, e os seus joelhos e plena atividade, mesmo que estejam com as mãos cansadas e os joelhos vacilantes. Isto significa dizer: Que devemos ser perseverantes até o fim da nossa jornada da fé.

MÃOS CANSADAS.

Tornar a levantar as mãos cansadas significa que, já um dia as mãos foram levantadas e agora estão caídas e cansadas por tantas lutas. Dificuldades e sofrimentos sempre haverá, mas quando buscamos forças em Deus, Ele nos fortalece e torna possível manter as nossas mãos levantadas e vitoriosos.

JOELHOS DESCONJUNTADOS.

Precisamos manter os nossos joelhos dobrados em oração, mesmo estando enfraquecidos e vacilantes; pois temos a certeza que a nossa oração não é vã diante de Deus.

VEREDAS DIREITAS.

Os nossos pés precisam andar em veredas direitas, o Senhor quer que andemos no caminho reto, no novo caminho que Ele nos preparou. Deus está a procura dos fiéis que andam no caminho reto: Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que estejam comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá (Sl.101.6).

MANQUEJAR MAS NÃO SE DESVIAR.

As vezes ficamos vacilantes e podemos até manquejar no caminho, mas a nossa fé continua viva no Senhor que nos fortalecerá e não nos deixará desviar do bom caminho da fé.

SER SARADO.

Ser sarado ou curado, equivale dizer que, todas as feridas do passado que afligiram nossa alma, serão totalmente saradas e Deus nos concederá descanso e paz.

Todas estas recomendações devem ser praticadas, para que sejamos completos e maduros na vida cristã diante de Deus. Amém! 

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

GUERRA IDEOLÓGICA.


Uma guerra de ideologias vem sendo travada no mundo todo, trata-se de uma guerra secular e profana contra o espiritual e sagrado. As batalhas são reais e vem sendo travadas ao longo dos anos, essas batalhas vem assolando os corações dos homens em toda a terra e envolve todos os seguimentos da sociedade. Há uma força opositora que se levanta contra os princípios da Palavra de Deus tentando inverter os valores e transtornar a verdade. A grande estratégia de Satanás é convencer as pessoas que tudo é normal e que a verdade é relativa. Ele é mentiroso e homicida, a sua missão é roubar, matar e destruir. Mas Jesus veio para desfazer as obras do Diabo. As linhas de batalhas estão claramente traçadas, o mundo vem sendo influenciado, novos conceitos preconceitos vem sendo ditados como uma nova regra. Seremos como marionetes dominados por vãs filosofias ou resistiremos aos ataques defendendo os nossos princípios? A igreja do Senhor vem assolada e está travando uma guerra sem tréguas, esta guerra teve início no Éden com a mentira de Satanás, e terá o seu desfecho final no reinado de Jesus Cristo. 

A guerra é espiritual e ideológica, Satanás vem usando os seus adeptos ao longo dos anos na intenção de dominar e estabelecer a sua falsa doutrina. Satanás vem agindo como um saqueador de igrejas, sabendo que pouco tempo lhe resta para sua total derrota. Porém, o dono da igreja já previa tudo isso quando disse: Sobre esta Pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt.16.18). Jesus Cristo é a nossa Esperança. Amém!  

quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

A GLÓRIA DO NATAL.

JESUS, o Emanuel veio na plenitude dos tempos para que se cumprisse tudo o que acerca dele estava escrito. Apenas o escritor Lucas nos relata a manifestação da glória de Deus no nascimento de JESUS. Assim ele descreve: Ora, havia, naquela mesma comarca, pastores que estavam no campo e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho. 

E eis que um anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temas, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.

E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma grande multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens! (Lc.2.8-14).

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (Jo.1.14).

A glória do Natal não são as luzes que brilham e iluminam as casas e as cidades.

A glória do Natal não é o papai Noel que desce pela chaminé com a sacola cheia de presentes.

A glória do Natal não são os sinos que tinem a meia-noite.

A glória do Natal não são os enfeites que embelezam as casas e ambientes em geral.

A glória do Natal não são as mesas fartas cheias de gulosemas e bebidas. 

A glória do Natal não os presentes ofertado e trocados entre parentes e amigos.

A glória do Natal está na pessoas Augusta de Jesus Cristo, o Verbo que se fez carne e habitou entre nós, e a sua glória foi vista cheia de graça e de verdade. Ele sim, é a glória do próprio Deus que se manifestou trazendo salvação para todos os homens. Amém! 

AS SETE MANIFESTAÇÕES DA GLÓRIA DE JESUS.

1- A glória manifesta em seu nascimento (Lc.2.8-14).

2- A glória manifesta no seu batismo (Lc.3.21,22).

3- A glória manifesta em seu ministério (Jo.2.11).

4- A glória manifesta em sua morte (Lc.23.44-48).

5- A glória manifesta em sua ressurreição (Rm.8.11).

6- A glória na sua ascensão ao céu (Lc.24.50,51).

7- A glória se manifestará mais uma vez quando Ele voltar (At.1.9-11). 

Glória ao Rei Jesus nosso Senhor e Salvador. Amém! 

quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

Blog Pregando a Verdade - A Serviço Do Reino De Deus.

 

OBRIGADO A TODOS!

Estamos comemorando mais de 4 milhões de visualizações.

Obrigado a todos os seguidores e simpatizantes que acessam o Blog Pregando a Verdade.

Pela graça de Deus, nosso Blog tem cerca de três mil visualizações diárias. Até o presente já temos 1038 postagens, 1161 comentários e 498 seguidores diretos.

O Blog Pregando a Verdade já registra 163 nações, algumas destas nos visitam diariamente, nos dando assim uma boa posição entre os melhores do Brasil.

O nosso propósito é Semear a Boa Palavra de Deus e Propagar o Reino de Deus em todas as nações.

Quero na oportunidade agradecer ao Espírito Santo pela iluminação e sabedoria que me concede, para que eu possa escrever sobre os mais diversos temas.

Continuem acessando, comentando e divulgando o Blog Pregando a Verdade.

Um abraço a todos, no amor de Cristo. 

domingo, 19 de dezembro de 2021

COMO PREPARAR UM SERMÃO EFICAZ.


Uma das maiores dificuldades dos pregadores muitas vezes é a falta de habilidade para preparação de um bom sermão para determinado tipo de público. Os sermões podem ser direcionados para vários tipos de públicos com objetivos a serem alcançados. O sermão pode ser: Evangelístico - Didático - Avivado. Um bom sermão é aquele que é desenvolvido através da oração com iluminação do Espírito Santo e pregado debaixo da unção do Espírito.

TRÊS TIPOS DE SERMÕES MAIS CONHECIDOS:

1- Temático.

Quando pregado sobre um tema, extraído a partir de um texto bíblico e este deve ser desenvolvido com citações bíblicas referentes ao tema.

2- Textual.

Quando desenvolvido basicamente dentro de um texto escolhido pelo pregador, extraindo lições do texto e utilizando tópicos coerentes ao texto em apreço.

3- Expositivo.

Quando o pregador tem o devido cuidado de expor o texto por completo de forma minuciosa com riquezas de detalhes. Isto requer um conhecimento mais aprofundado das Escrituras, para não correr o risco de adulterar o que realmente está escrito ou não ser incoerente com a intenção da ideia principal contida no texto.

SETE PASSOS PARA PREPARAÇÃO DO SERMÃO:

1- Oração.

2- Leitura da Palavra.

3- Dependência do Espírito Santo.

4- Escolher um texto simples.

5- Ler bons livros envolvendo dicionários e comentários bíblicos. 

6- Utilizar várias Bíblias com versões diferentes.

7- Escolher o tipo de sermão a ser pregado e para qual público.

AS PARTES PRATICAS DE UM SERMÃO:

1- Texto básico.

2- Introdução.

3- Desenvolvimento.

4- Conclusão.

Todo sermão deve ter: Inicio, meio e fim.

Todo sermão deve ser bíblico e cristocentrico.

Todo sermão deve ter efeito positivo, atingindo o objetivo para o qual foi pregado.

Não se preocupe em pregar um sermão explosivo na intenção de causar impacto, mas preocupe-se em pregar na orientação e unção do Espírito Santo. Amém! 

terça-feira, 14 de dezembro de 2021

OS IMPROVÁVEIS.


Aquele que se acha capaz, apto, preparado, capacitado e um provável candidato a ser escolhido, muitas vezes está redondamente enganado. A Seleção de Deus é diferente da seleção dos homens. Na lógica humana para se formar uma seleção escolhe-se os melhores e bem preparados. Mas na lógica de Deus escolhe-se os incapazes e improváveis candidatos. À luz da Bíblia, Deus nunca escolheu os capacitados, mas Ele capacitou os escolhidos. Deus é especialista em escolher e usar os improváveis. Muitos podem te olhar como um improvável, mas Deus te ver como um escolhido.  

DEUS ESCOLHE E USA OS IMPROVÁVEIS.

Nem sempre Deus usa as pessoas mais fortes, inteligentes ou famosas para fazer grandes obras. Na Bíblia vemos vários exemplos de pessoas falhas e imperfeitas sendo usadas grandemente por Deus. Se Deus usou essas pessoas que eram imperfeitas e até improváveis, não desista, Ele também pode usar você.

MOISÉS -

Moisés foi educado em toda a sabedoria dos egípcios e veio a ser poderoso em palavras e obras (At.7.22).

Moisés que era poderoso em palavra e obras, que havia sido instruindo em toda a sabedoria dos egípcios, que era um dos sucessores ao trono de Faraó, por ter cometido um assassinato fugiu para se refugiar no deserto e perdeu todas as suas prerrogativas. 

Moisés passou quarenta longos anos no deserto de Midiã como pastor de ovelhas, pastoreando as ovelhas do seu sogro Jetro. Moisés caiu no esquecimento do povo e ficou no anonimato. A sua rotina era caminhar no deserto subindo e descendo as colinas com as ovelhas que estavam ao seu cuidado. Para muitos Moisés era um improvável, ele jamais seria escolhido por Deus para ser o libertador do seu povo. Moisés já estava com quase 80 anos de idade, desesperançado, esquecido no deserto, onde pensava que ali terminaria os seus dias. Mas, Deus havia lhe reservado uma surpresa e foi exatamente em mais um dia de rotina quando ele pastoreava o rebanho de seu sogro Jetro, que era sacerdote de Midiã, lá no monte Horebe, quando o Anjo do SENHOR lhe apareceu numa chama de fogo que saia do meio de uma sarça e mudou rumo da sua história para sempre (Ex.3.1-5). 

Deus escolheu mais um improvável que estava no anonimato, esquecido no deserto de Midiã, cuidando das ovelhas do seu sogro. Sobre o improvável Moisés o texto sagrado diz: Este é o mesmo Moisés que tinham rejeitado com palavras: Quem o nomeou líder e juiz? Ele foi enviado pelo próprio Deus para ser líder e libertador deles, por meio do Anjo que lhe tinha aparecido na sarça (At.7.35). 

Aqui nós aprendemos que, quando Deus quer e determina alguém para cumprir o seu propósito, ninguém poderá impedir. Não se preocupe com quem te aceita ou deixa de aceitar, fique no deserto sendo treinado por Deus e no tempo de Deus ele te exaltará. Amém! 

CALEBE - (Js.14.6-15).

Quem disse que a carreira acaba aos 40? Aos olhos humanos Calebe era um improvável para continuar na batalha pelas conquistas. Ele tinha 85 anos quando entrou na terra prometida e conquistou as terras com as montanhas infestadas de gigantes. Nunca é tarde demais para fazer a obra de Deus. Por causa de sua fé em Deus, Calebe tinha sobrevivido aos 40 anos no deserto, depois do êxodo do Egito. Aos 85 anos, ele sentia tanto vigor como quando tinha 40 anos. Aos 85 anos ele conquistou o território de Hebrom, que ficou para seus descendentes. Com você não será diferente, o seu tempo não acabou, Deus ainda tem muitas conquistas a serem realizadas e você é o instrumento que Ele vai usa.

EÚDE - (Jz.3.12-30).

Eúde era um improvável aos olhos de muitos, ele não tinha perfil para ser um guerreiro libertador da nação de Israel. A única coisa que Eúde tinha de especial era o fato de ser canhoto. A Bíblia não fala que ele era muito forte, nem que fazia milagres, nem que tinha algum talento. Mas na sua simplicidade, ele fez uma pequena espada, que escondeu debaixo da roupa e, quando ninguém estava olhando, usou a mão esquerda para matar o líder dos moabitas, o opressores da nação de Israel.

Por vezes pensamos que não temos nada de especial. Não nos destacamos, não temos uma boa oratória, não temos títulos que nos destaque, não somos de famílias influentes, nem vivemos no meio das celebridades; por isso nos sentimos incapazes, sentimos que não podemos fazer nada importante. Mas isso não é impedimento para Deus! Quando Deus quer nos usar, não precisa de muitas coisa. Ele pode nos usar do jeito que nós somos.

JEFTÉ - (Jz.11-12).

Jefté, o gileadita, era um guerreiro valente. Sua mãe era uma prostituta; seu pai chamava-se Gileade. A mulher de Gileade também lhe deu filhos, que, quando já estavam grandes, expulsaram Jefté, dizendo: Você não vai receber nenhuma herança de nossa família, pois é filho de outra mulher. Então Jefté fugiu dos seus irmãos e se estabeleceu em Tobe. Ali um bando de vadios uniu-se a ele e o seguia (Jz.11.1-3).

JEFTÉ, cujo nome significa "aberto" ou "aquele que abre" , era um candidato improvável à liderança de Israel. Poderíamos chamar sua história de "A trajetória de um rejeitado à líder da nação". Era descendente da tribo de Manassés (I Cr.7.14-17), filho ilegítimo de Gileade com uma prostituta de nome ignorado. Jefté era gileadita em razão tanto do lugar onde havia nascido quanto o nome de seu pai. Mas, como filho de uma prostituta, também era um pária. Seus irmãos, os filhos legítimos de Gileade, o expulsaram da casa paterna e recusaram dividir a herança com o "bastardo" Jefté. Diante deste episódio de rejeição, Jefté fugiu para Tobe, uma terra distante, na Síria, onde se tornou conhecido por suas aventuras militares e se cercou de homens levianos (11.3). 

Quando os amonitas se recusaram a negociar e declararam guerra contra a nação de Israel, veio o Espírito do SENHOR e ungiu a Jefté (11.29), e ele liderou com uma força sobrenatural e feriu os amonitas e todos inimigos que lhe vieram de encontro. O texto sagrado não diz quantos homens acompanharam Jefté, mas essa informação não é essencial. O importante é que a presença e o poder do SENHOR estava sobre ele. Em resumo, quando Israel saiu para lutar contra os amonitas, o SENHOR os entregou nas mãos de Jefté (11.32). Ele conquistou vinte cidades, desde Aroer até as vizinhanças de Minite, chegando a Abel-Queramim. Assim os amonitas foram subjugados pelos israelitas (11.33). Uma campanha militar bem sucedida, Deus estava aprovando Jefté como juiz e líder da nação de Israel. 

Aqui nós aprendemos que, não adianta rejeitar, nem reprovar aquele que Deus já escolheu e vocacionou para fazer a sua obra. Para muitos Jefté não passava de filho ilegítimo de Gileade, um bastardo, filho de uma prostituta. Mas Deus usa as coisas fracas e desprezíveis para confundir as fortes e plausíveis. 

AMÓS -

E respondeu Amós e disse a Amazias: Eu não era profeta, nem filho de profeta, mas boieiro e cultivador de sicômoros. Mas o SENHOR me tirou de após o gado e o SENHOR me disse: Vai e profetiza ao meu povo Israel (Am.7.14,15).

Amós como homem do campo não pertencia a nenhum grupo de profetas, na sua declaração para o rei Amazias, ele estava querendo dizer que, era improvável ou impossível para muitos ele torna-se um profeta. Como homem do campo Amós cuidava de gado e trabalhava na colheita de figos. Ele era um homem do campo, sem instrução especial, nem família importante. Ele nem se considerava profeta mas Deus o chamou para proclamar sua mensagem ao povo de Israel.

Amós foi mais um improvável chamado por Deus. Ele foi corajoso e denunciou os abusos que aconteciam em Israel. Ele chamou o povo ao arrependimento e à justiça. Ele foi perseguido e desprezado mas não desistiu. Seu livro continua atual até hoje. Amós é a prova que não é preciso ter grande instrução nem um cargo importante para fazer a obra de Deus, porque quando Deus escolhe Ele capacita e enche do Espírito Santo.

ELISEU - (I Rs.19.19-21).

Eliseu teve uma chamada improvável aos olhos de muitos da sua época. Semelhante a Amós ele era um homem do campo que cuidava de bois e levava uma vida simples de um camponês. Eliseu não pertencia a nenhuma escola de profetas, ele não era filho de profeta nem discípulo do profeta Elias. Eliseu não tinha nenhum curriculum apresentável, nem ninguém para o apresentar para ser o profeta sucessor de Elias. Havia muitos profetas na sua época que concorria e almejava este cargo privilegiado de ser o sucessor de Elias. Para Eliseu e na visão dos filhos dos profetas, era impossível e improvável ele assumir tal função de profeta. Mas Deus é especialista em chamar os que não são para confundir os pensam que são. Por fim, aconteceu dentro da vontade de Deus, o que ninguém esperava, o improvável Eliseu é escolhido para ser o profeta sucessor de Elias. 

Não se preocupe com quem é ou deixa ser, porque o que Deus reservou para você vai acontecer e chegará em suas mãos sem esforço algum. Deixa alguém pensar e até julgar que você é um improvável, o importante é que Deus te ver como um escolhido que vai ser usado grandemente por Ele na obra. Amém! 

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

JESUS - O Destruidor da Morte.

Portanto, visto que os filhos são pessoas de carne e sangue, Ele também participou dessa condição humana, para que, por sua morte, derrotasse aquele que tem o poder da morte, isto é, o Diabo, e libertasse aqueles que durante toda a vida estiveram escravizados pelo medo da morte (Hb.2.14,15).

Jesus veio redimir a humanidade na mesma condição de humano, Ele teve que tomar sobre si a natureza humana, pois somente como ser humano Ele teria as qualificações para redimir a raça humana do poder de Satanás. Cristo morreu não apenas para remir a humanidade dos seus pecados, mas também para destruir o poder de Satanás sobre todos que ele mantinha como escravos, e para livrá-los do terror da morte. 

MORTE EM ADÃO, VIDA EM CRISTO.

Todavia, a morte reinou desde o tempo de Adão até o de Moisés, mesmo sobre aqueles que não cometeram pecado semelhante à transgressão de Adão, o qual era um tipo daquele que havia de vir (Rm.5.14). O comentário da Bíblia de Estudo Pentecostal diz: A raça humana experimentou a morte, não porque transgrediu a lei oral de Deus, como pena de morte, como no caso de Adão, mas porque os seres humanos realmente eram pecadores pela prática, bem como pela sua natureza e transgrediram a lei da consciência, escrita nos seus corações (pg.1706).

Paulo faz uma exposição sobre o pecado a partir do versículo 12 ao 21 e conclui dizendo: "Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas onde o pecado abundou, superabundou a graça; para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida, por Jesus Cristo, nosso Senhor (5.20,21). 

De Adão até Moisés passaram cerca de 2.500 anos, neste período a morte reinou com total domínio sobre a humanidade. Veio Jesus Cristo, o Destruidor da morte e promoveu vida para aqueles que crêem e lhe obedece. Em Adão todos morreram, em Cristo todos terão vida.

A MORTE FOI VENCIDA POR CRISTO.

A Morte foi vencida e o medo da morte foi retirado quando Cristo morreu e ressuscitou, Ele triunfou sobre ela. Ao entrar no reino da Morte após ressuscitar, nosso Senhor nos garante que, do mesmo Jeito que Ele ressuscitou, nós também ressuscitaremos e estaremos com o Senhor para glória de Deus Pai.

A história do “rei dos terrores” ainda estava para sofrer uma grande reviravolta em seu "Império do medo". Não havia ninguém capaz de vencer a morte, até que, veio Jesus Cristo para desferir um golpe na morte, pois ela não poderia vencê-lo. A religiosidade reinante da Mitologia grega naquela época, era a de que ninguém poderia entrar no reino dos mortos ou seja, nos domínios do deus HADES e voltar para contar a história. Há até relatos de cavernas onde pessoas teriam tentado escapar mas não conseguiram. O deus HADES foi vencidos pelo MAIS VALENTE, que chegou no seu reino e o destronou. Aleluia! Jesus Cristo, tirou a autoridade (as chaves) daquele que tinha poder sobre o império da morte e do inferno, a saber o Diabo. Jesus ao ressuscitar, triunfa sobre os domínios de HADES e declara: Sou Aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades! (Ap.1.18). Por isso, Jesus Cristo é o único que pode declarar com propriedade: "As portas do HADES (morte/inferno) não prevalecerão contra minha igreja". ALELUIA! 

CONCLUSÃO: 

A nossa grande esperança é que Jesus Cristo, o Conquistador da morte "entrou no território da morte" e a VENCEU. Também venceu o Diabo, aquele que impunha o medo da morte. Mediante a sua morte e ressurreição, Jesus Cristo venceu a Morte e o Diabo, depois da vitória ele declarou: Sou Aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do inferno (Ap.1.18). Só dessa maneira ele libertaria aqueles que durante toda a vida estiveram escravizados por Satanás e com medo da morte. Jesus Cristo venceu a Morte e essa é nossa certeza de que assim como Ele venceu também nele venceremos. É essa certeza que faz o apóstolo Paulo glorificar a Deus em cântico dizendo: "Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? (I Co.15.55). Ele conclui dizendo: O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo (15.56). Em Cristo somos vencedores! Aleluia!

domingo, 12 de dezembro de 2021

NÃO REMOVA OS MARCOS ANTIGOS.

 

Não mude de lugar os antigos marcos que limitaram as propriedades e que foram colocados por seus antepassados (Pv.22.28). NVI.

Marcos são limites postos para marcarem o final das terras de uma propriedade. Segundo a Lei, este princípio não deveria ser adulterado (Dt.19.14), pois quem o fizesse seria maldito. Maldito aquele que arrancar o termo do seu próximo! E todo o povo dirá: Amém! A Lei estabelecia regras e princípios que não deveriam ser quebrados, uma vez quebrados sofreria o dano. Vivemos em uma época de inovações e modismos praticados por muitas igrejas para atrair e distrair o povo, mas não tem respaldo bíblico, são remoção dos marcos estabelecidos pela Palavra de Deus. Muitos não respeitam o sagrado e sem temor a Deus, quebram princípios, removem os marcos e desprezam os ditames da Palavra de Deus. Consequentemente, estamos vendo muitos cristãos mundanos, frios espiritualmente, movidos pelo culto das emoções, sem a presença e sem a glória de Deus na vida. Muitos estão querendo "atualizar a Bíblia", mas a Palavra de Deus se renova a cada dia; ela é mais atual do que o jornal de amanhã. Não adianta alguém querer remover os marcos que estão estabelecidos na Palavra de Deus. Onde está dito não é NÃO, e ponto final.

DEZ PRINCÍPIOS QUE NÃO DEVEM SER QUEBRADOS:

1- Não entristeçam o Espírito Santo de Deus... (Ef.4.30).

2- Não apaguem o Espírito (I Ts.5.19).

3- Não desprezeis as profecias (I Ts.5.20).

4- Não deis lugar ao diabo (Ef.4.27).

5- Não vos façais, pois, idólatras... (I Co.10.7).

6- Não participem das obras infrutíferas das trevas... (Ef.5.11).

7- Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinage... (Ef.5.18).

8- Não andem ansiosos por coisa alguma... (Fp.4.6).

9- Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem (Rm.12.21).

10- Não deixemos de reunir-nos como igreja... (Hb.10.25).

Remover os marcos antigos resulta em atrair maldição. É melhor obedecer e viver no limite da Palavra de Deus, do que remover os marcos antigos e viver perturbado debaixo de maldição.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Jesus Cristo - O Amém.

 

Ao anjo da igreja em Laodiceia escreva: "Estas são as palavras do Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o soberano da criação de Deus (Ap.3.14). NVI

Amém é uma palavra que tem origem no hebraico e encontra-se no texto sagrado cerca de 56 vezes. Amém, geralmente é uma palavra conhecida com o significado de "assim seja". Todavia, este termo tem um significado mais abrangente quando tem relação direta com Jesus. Amém significa dizer, aquele que é fiel e verdadeiro, digno de aceitação. Jesus é o Amém sobre o qual está firmada e confirmada todas as promessas de Deus. O apóstolo Paulo diz: Pois quantas forem as promessas feitas por Deus, tantas têm em Cristo o "sim". Por isso, por meio dele, o "Amém" é pronunciado por nós para glória de Deus (II Co.1.20). O Amém afirma e confirma todas as promessas de Deus em nossa vida. Deus é fiel em todas as suas promessas, e quando nós pronunciamos o Amém em nome de Cristo, temos a certeza que todas as suas promessas irão nos alcançar. Amém!

Amém é uma afirmação do que é verdadeiro, louvável, aplausível, aceitável, digno de confiança. 

domingo, 5 de dezembro de 2021

RESISTINDO ATÉ O SANGUE.

Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições. Ainda não resististe até ao sangue, combatendo contra o pecado (Hb.10.32; 12.4). ARC.

Lembrem-se dos primeiros dias, depois que vocês foram iluminados, quando suportaram muita luta e muito sofrimento. Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue (Hb.10.32; 12.4). NVI.

O escritor aos hebreus traz a lembrança os dias difíceis em que os cristãos enfrentaram oposições e perseguições, ao ponto de serem humilhados e expostos publicamente. Diante de tais sofrimentos, ele incentiva os cristãos judeus a permanecerem na fé, mesmo diante das oposições e perseguições públicas. Na luta contra o pecado, Jesus Cristo, nosso precursor, chegou ao ponto de derramar o seu sangue, vencendo o pecado e nos trazendo libertação. A carreira que nos está proposta deve ser percorrida com perseverança. Os cristãos devem ser disciplinados e seguir os passos de Cristo, que preparou o caminho para os participantes suportarem oposições e hostilidades por causa da fé e se possível chegar ao ponto de derramar o próprio sangue. Na luta contra o pecado, é preferível não ceder e resistir ao ponto de derramar o próprio sangue, do que ceder, abrindo mão de receber a coroa da vida. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida (Ap.2.10). 

Muitos cristãos na atualidade preferem viver um evangelho sem cruz, sem sofrimento, sem renúncia e sem resistência e oposição ao pecado. Mas, o verdadeiro cristão que segue os passos de Jesus, sofre retaliações e perseguições por fazer oposição ao pecado. Combater contra o pecado é papel da igreja, se a igreja do Senhor não combater contra o pecado, quem irá combater? É preciso entender que a igreja está em posição de ataque, conforme Jesus falou: ... edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt.16.18). Os cristãos primitivos eram conscientes de que viver a fé em Cristo, implicava em sofrer oposições, perseguições e sofrimentos, ao ponto de derramar o próprio sangue. Em outras palavras, o escritor aos cristãos hebreus, estava dizendo: Mesmo já tendo sofrido oposições e perseguições, vocês ainda não chegaram ao extremo na luta contra o pecado, ao ponto de derramar o próprio sangue. Este é o grande desafio da verdadeira fé em Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador. Amém! 

O verdadeiro cristãos não foi chamado para tolerar, dissimular e aplaudir o pecado, mas para combater o pecado.  

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

BESTA - Semelhante ao Leopardo.

 

E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés, como os de urso, e a sua boca, como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio (Ap.13.2).

“Guardião da Paz e Segurança Internacional” representado por um animal alado é o novo monumento na praça das Nações Unidas em Nova York. Este "Guardião da paz" é uma figura simbólica da Besta que é descrita no livro de Apocalipse capítulo 13, profetizada para os tempos do fim. 
Donald C. Stamps, o comentarista da Bíblia de Estudo Pentecostal, diz: Esta besta é uma pessoa cruel como uma fera, que conseguirá o domínio político e religioso do mundo (Ap.17.13; Dn.7.4-6; 8.25; 9.27). É chamado "homem do pecado", em II Ts.2.3,4 e o "anticristo" em II Jo.2.18 ("anti" quer dizer "em lugar de"; assim sendo, o anticristo afirmará ser o Cristo verdadeiro, ou o Messias verdadeiro, ler Mt.24.24,25; II Ts.2.3,4). Ele fará uma aliança com a nação de Israel (Dn.9.27), por um período de sete anos e na metade destes sete anos, quebrará a aliança. (BEP pg.1999).

Conforme a profecia referente aos quatro cavaleiros do Apocalipse, ele virá montado em um cavalo branco anunciando uma falsa paz mundial (Ap.6.2). Paz e Segurança será o slogan do governo do anticristo, ele propagará um governo de paz e segurança ao mundo e todos os seus aliados o aplaudirão. Neste intervalo de tempo, já próximo ao Dia do Senhor, todos serão surpreendidos. Paulo diz: Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão (I Ts.5.3). 

QUAL A RELAÇÃO DESTE MONUMENTO DA ONU COM A BESTA DO APOCALIPSE? 

Para o missionário Chileno Vergara, o momento pode ser um dos “sinais do anticristo” citados em Apocalipse 13:2. 
“Que loucura, porém não é coincidência! E está acontecendo agora, na frente de seus olhos. O anticristo já tem uma cadeira dentro da ONU. Já já ele se manifesta oferecendo PAZ ao mundo! Se não acredita, aguarde! E aí, ainda duvida que Cristo está às portas?”, questionou em publicação no Instagram.

Fonte: https://www.guiame.com.br/gospel/noticias/monumento-da-onu-gera-discussao-por-semelhanca-com-besta-de-apocalipse.html?

Finalizo dizendo: O mundo está marchando para uma convulsão social e um caos total. É nesse contexto que surgirá um homem muito inteligente, com respostas inteligentes e prometendo soluções práticas para todos os problemas, esse homem é o anticristo. Convém dizer que, a iniquidade vem crescendo assustadoramente em todo o mundo. A imaginação do homem é pródiga em descobrir novas fórmulas de se tornar mais indigno, mais impuro, imoral, cruel e depravado. A plataforma para o reinado do anticristo já está pronta, falta apenas ele se manifestar. Enquanto o mundo se prepara para receber o anticristo, a igreja está preparada para a volta de CRISTO. Amém! 

Não estou afirmando literalmente que esta imagem seria a besta de Apocalipse, e sim o contexto na qual está inserido o seu significado para a ONU, "Paz e segurança", "Guardião da paz". Vale lembrar que o próprio símbolo da ONU, "Paz e segurança"  é um prenúncio da vinda de Cristo. Ao que diz a Bíblia: Quando disserem: "Paz e segurança", a destruição virá sobre eles de repente, como as dores de parto à mulher grávida; e de modo nenhum escaparão (I Ts.5.3). Portanto, vigiemos porque o Rei está voltando! 

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

JESUS - O Líder a Ser Seguido.

 

E seguia-o uma grande multidão da Galileia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judeia e dalém do Jordão (Mt.4.25). E grande multidão o seguia, porque via os sinais que operava sobre os enfermos (Jo.6.2).

Jesus tornou-se famoso e conhecido devido aos seus grandes feitos, consequentemente grande multidão o seguia. Cada grupo de seguidores tinha seus motivos por o seguirem. Uns seguiam a Jesus pela curiosidade de ver milagres, outros em busca de saciar sua fome física, outros mal intencionados para pegá-lo em contradição nos seus discursos. Na verdade a grande maioria dos seguidores não seguiam a Jesus por amor, na intenção de ver, aprender e saciar sua sede espiritual. Hoje não é diferente, muitos dos que se dizem seguidores de Jesus, o fazem por puro interesse e formalidade. Porém, há um grupo de seguidores sinceros e verdadeiros que seguem o Mestre por amor e total devoção. 

Com o advento da Internet e das redes sociais, o termo "SEGUIR" tornou-se popular e muitos tornaram-se celebridades virtuais por serem seguidos por milhões de pessoas. Mas, seguir o Líder Jesus Cristo, é a melhor escolha para humanidade perdida. 

SEGUE O LÍDER.

O Líder que nunca perde nem empata, só ganha.

O Líder que nunca pediu revanche, Ele nunca perdeu.

O Líder que nunca muda.

O Líder que nunca falha.

O Líder que nunca nos decepciona.

O Líder que abalou o inferno e destronou Satanás.

O Líder que pagou a nossa dívida e nos deu acesso direto ao Pai.

O Líder que conquistou a nossa salvação e nos garante vida eterna.

O Líder que quebrou todas as correntes e grilhões e nos libertou.

O Líder que venceu a morte, tomou a chave do inferno e pisou na cabeça de Satanás.

O Líder que ressuscitou dos mortos e é Senhor e Salvador de todos os que crêem.

O Líder que é Profeta, Sacerdote, Rei e Juiz. 

O Líder que ascendeu ao céu e breve voltará.

Segue o Líder Jesus Cristo - Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo.14.6). Amém! 

domingo, 28 de novembro de 2021

NÃO SEJA VENCIDO POR SATANÁS.


E a quem perdoardes alguma coisa também eu; porque o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás, porque não ignoramos os seus ardis (II Co.2.10,11). ARC.

Se perdoardes alguma coisa a alguém, também eu perdoo; e aquilo que perdoei, se é que havia alguma falta a ser perdoada, perdoei na presença de Cristo, por amor de vós, a fim de que Satanás não tivesse qualquer vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas artimanhas (II Co.2.10,11). BKJ.

Se vocês perdoam a alguém, eu também perdoo; e aquilo que perdoei, se é que havia alguma coisa para perdoar, perdoei na presença de Cristo, por amor a vocês, a fim de que Satanás não tivesse vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas intenções (II Co.2.10,11). NVI.

Lendo o texto completo de II Coríntios 2. 1-11, vamos perceber que Paulo está tratando de mais um problema que houve na igreja de Corinto. Paulo escreve sobre uma pessoa que o ofendeu, mas não cita o nome. É provável que fosse um membro da igreja de Corinto, pois seu pecado afetou não apenas Paulo, mas outros membros da congregação (2.5). Os irmãos já havia disciplinado essa pessoa (2.6), todavia, Paulo pede que não se aplique mais nenhum castigo ao ofensor, pelo contrário, eles devem perdoa-lo e consolá-lo, para que o tal não seja devorado por demasiada tristeza (2.7). Ou seja, a verdadeira disciplina deve ser aplicada com amor, seguida pelo perdão e consolo. O verdadeiro propósito da disciplina é ensinar a fazer o correto e restaurar o ofensor à comunhão. Paulo afirma que perdoa o ofensor porque os irmãos já o havia perdoado. O apóstolo oferece o perdão na presença de Cristo, para que Satanás não tenha vantagem sobre a igreja (2.10,11). Satanás teria vencido se Paulo e os irmãos de Corinto houvessem se recusado a perdoar o irmão, ou se sua severidade excessiva o tivesse levado a extrema tristeza a ponto de deixar a congregação. 

Satanás está sempre tramando para enfraquecer e dividir a igreja. Uma das nossas defesas principais contra os ataques de Satanás é usar a arma do perdão. Não há nada mais triste para um cristão do que ser vencido por Satanás. A falta de perdão impede a nossa comunhão com Deus e nos deixa reféns de Satanás. Infelizmente, têm muitos cristãos pregando, cantando, orando, adorando e até ofertando e dizimando na obra de Deus, porém, estão reprovados diante de Deus por não perdoar. Para não sermos vencidos por Satanás, precisamos obedecer ao nosso Mestre, que nos ensina dizendo: Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem, e apresenta a tua oferta (Mt.5.23,24). Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas (Mt.6.14,15). Então, para não deixarmos que Satanás seja vitorioso, façamos como o Senhor nos orienta, vigiando sempre e perdoando, só assim Satanás será vencido, porque ele não passa de um DERROTADO! Amém! 

quarta-feira, 24 de novembro de 2021

O PREÇO DO CHAMADO.


Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa do teu pai, para a terra que eu te mostrarei (Gn.12.1). Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia (Hb.11.8). A fé e a obediência são virtudes inseparáveis na vida daqueles que são chamados por Deus. Quem recebe o chamado de Deus não questiona, mas obedece e vive pela fé. Abraão quando recebeu o chamado de Deus, obedeceu e caminhou pela fé sem saber para onde estava indo. Abraão deixou a sua pátria, a sua parentela, a sua família e todo seu conforto, para andar como peregrino, por causa do chamado de Deus. O chamado de Deus muitas vezes vem acompanhado de renúncias, perdas, lutas, lamentos, lágrimas e muito sofrimento. O chamado de Deus não é para ser visto e aplaudido pelo povo, mas é para viver em prol de um propósito, e isto requer renúncia, consagração e convicção da chamada de Deus. Quem pensa que chamado de Deus é para viver de sombra e água fresca, enganou-se. O chamado de Deus tem um propósito e há um preço a pagar. VINTE CARACTERÍSTICAS DO CHAMADO POR DEUS: 1- O chamado é cheio do Espírito Santo. 2- O chamado é humilde. 3- O chamado não busca glória para si. 4- O chamado tem compromisso com a Palavra de Deus. 5- O chamado derrama lágrimas. 6- O chamado sofre as aflições. 7- O chamado vive em guerra contra o reino das trevas. 8- O chamado entra em conflitos por causa da verdade. 9- O chamado fica em solidão. 10- O chamado é desprezado. 11- O chamado não transfere responsabilidades. 12- O chamado as vezes pensa em desistir. 13- O chamado leva pedradas e não as devolve. 14- O chamado enfrenta tribulações e tentações. 15- O chamado é perseguido. 16- O chamado ora e jejua com mais intensidade. 17- O chamado persiste em ler mais a Bíblia. 18- O chamado busca ser mais íntimos de Deus. 19- O chamado procura viver em total dependência ao Espírito Santo. 20- O chamado vive da fé e não desisti mas vai até o fim. Todos os homens e mulheres que exerceram o chamado que receberam de Deus, pagaram o preço e tiveram suas vidas marcadas pelo poder de Deus. Os que são chamados por Deus não se engrandecem, mas reconhecem que são vasos de barro é que o poder pertence a Deus. Paulo diz: Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não da nossa parte (II Co.4.7). Portanto, não desista, cumpra com alegria o seu ministério, você é um escolhido, você tem um chamado. Amém!

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

DESTRUINDO AS OBRAS DO DIABO.


Quem comete o pecado é do Diabo, porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: Para desfazer as obras do Diabo (I Jo.3.8 ARC).

Aquele que pratica o pecado é do Diabo, porque o Diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: Para destruir as obras do Diabo (I Jo.3.8 NVI).

O apóstolo João traça o um paralelo entre os filhos de Deus e os filhos do Diabo e declara que todo aquele que nascido de Deus não vive na pratica do pecado (V.9). No entanto, os que não são nascidos de Deus vivem pecando em uma pratica constante. João é enfático ao dizer: Aquele que pratica o pecado é do Diabo, porque o Diabo vem pecado desde o princípio (v.3). Na verdade ninguém gostaria de ser chamado filho do Diabo. 

Jesus quando discursava acerca da sua missão para os judeus religiosos, falou para eles de forma severa e disse: Vós tendes por pai ao Diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira (Jo.8.44). Jesus os censura e diz: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente, me amaríeis... (V.42). Aqui, Jesus declara um princípio fundamental da salvação, a saber, a evidência de sermos verdadeiros filhos de Deus, demonstrando o nosso amor a Jesus. 

QUAIS SÃO AS OBRAS DO DIABO?

As obras do Diabo são todos os tipos de malefícios contrários a vontade de Deus. As obras do Diabo vem na contra-mão em oposição a verdade de Deus. Jesus compara o mercenário com ladrão que vem para roubar, matar e destruir; Porém, Ele veio nos trazer vida abundante (Jo.10.10). Matar. Roubar. Destruir, são obras do Diabo. Jesus veio trazer vida e destruir as obras do Diabo.

JESUS VEIO PARA DESFAZER AS OBRAS DO DIABO.

Para isto o Filho de Deus se manifestou: Para desfazer as obras do Diabo (I Jo.3.8).

Ele não veio para DISSIMULAR as obras do Diabo.

Ele não veio para TOLERAR as obras do Diabo.

Ele não veio para SUPORTAR as obras do Diabo.

Ele não veio para ASSISTIR as obras do Diabo.

Ele não veio para APLAUDIR as obras do Diabo.

Ele veio para DESFAZER E DESTRUIR as obras do Diabo.

Enquanto a verdade identifica e define Jesus Cristo (Jo.14.6), a mentira é uma destacada característica do Diabo. Ele é a fonte geradora de toda falsidade, engano e mentira. Todas as suas obras são maus. Mas o Filho de Deus se manifestou para desfazer as obras do Diabo. Jesus veio para confrontar e fazer oposição ao Diabo. Ele foi ungido por Deus Pai para restaurar vidas e libertar os oprimidos do Diabo. O escritor Lucas diz: Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com ele (At.10.38). A obra de Deus deve ser feita com urgência, enquanto as obras do Diabo deve ser desfeita com urgência. Amém! 

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

VOLTANDO PARA AGRADECER.


E aconteceu que, indo Jesus a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia; e, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe. E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós! E ele, vendo-os disse-lhes: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles ficaram limpos. E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz. E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano. E, perguntando Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou (Lc.17.11-19).

Este episódio é narrado apenas no evangelho de Lucas. Jesus ia passando próximo a um leprosario, quando dez homens leprosos ergueram suas vozes e gritaram: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós! Jesus nunca deixou de atender os necessitados. Neste caso, ele simplesmente deu a ordem: Vai e apresentai-vos aos sacerdotes. No livro de Levítico capítulo 14, está escrito acerca da lei do leproso depois de sarado. Na medida em que eles caminhavam obedecendo a ordem de Jesus, o milagre aconteceu. Todos os dez leprosos foram curados instantaneamente da lepra, nove tomaram rumo diferentes,  porém um voltou para agradecer a Jesus, e Lucas o destaca quando diz: "E este era samaritano" (pertencente a um povo inimigo dos judeus). O reconhecimento da bênção recebida, fez aquele samaritano voltar para agradecer a Jesus a sua cura. A atitude de gratidão do samaritano lhe abriu outras portas, ele recebeu não apenas a cura física, tal como os outros nove receberam, mas recebeu também perdão, reconciliação e salvação. A ingratidão dos outros nove os impediu de receberem mais de Deus. 

Na verdade, Deus se compraz diante com um coração agradecido. Infelizmente há pessoas que buscam a Deus por puro interesse, logo que recebem a bênção desejada se vão e nunca mais voltam para agradecer e muito menos para o servir. A nossa melhor expressão de gratidão para Deus é quando podemos lhe ofertar o melhor de nós. No salmo 103 Davi expressa a sua gratidão ao SENHOR dizendo: Bendiga o SENHOR a minha alma! Bendiga o SENHOR todo o meu ser! Bendiga o SENHOR a minha alma! Não esqueça nenhuma de suas bênçãos! (vs.1,2). Os ingratos sempre se esquecem, mas os gratos se lembram e voltam para agradecer a Deus.

A pergunta de Jesus é pertinente: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Aqui nós aprendemos que, Deus sempre espera de nós uma atitude de gratidão e glorificação ao seu nome. Que possamos a cada dia agradecer ao SENHOR por todos os benefícios que Ele tem feito. Amém! 

segunda-feira, 15 de novembro de 2021

SETE PROVISÕES NO SALMO 23.

Neste salmo Davi apresenta o SENHOR como seu Pastor que supri todas as suas necessidades. O SENHOR é o nosso Pastor por excelência que conhece e supri todas as nossas necessidades, as espirituais e materiais. Ele nos escolheu para que fossemos ovelhas do seu pasto, assim se expressou o salmista no salmo 100, ao dizer: Sabei que o SENHOR é Deus; foi Ele, e não nós, que nos fez povo seu e ovelhas do seu pasto (v.3). Como bom Pastor, O SENHOR cuida, guia, protege e prover todas as coisas para os seus filhos.

1- Pastos verdes - Deitar-me faz em verdes pastos.

2- Águas tranquilas - Guia-me mansamente a águas tranquilas.

3- Restaura o vigor - Refrigera a minha alma.

4- Direção - Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.

5- Proteção - Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

6- Mesa preparada - Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos.

7- Unção sem limites - Unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

O salmo termina com uma afirmação de Davi: Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR por longos dias (v.6).

Que o SENHOR seja sempre o nosso Pastor e que possamos continuar desfrutando das bênçãos do nosso Sumo Pastor, Jesus Cristo. Amém!

domingo, 14 de novembro de 2021

SALVAÇÃO SEM MÉRITO.


Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie (Ef.2.8,9 ARC).

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie (Ef.2.8,9 NVI).

A salvação é de graça e pela graça, porém custou um alto preço pela morte expiatória do nosso Senhor Jesus Cristo. Todos nós estaríamos perdidos e condenados se dependesse dos nossos méritos diante de Deus. Sobre isto o profeta Isaías diz: Somos como o impuro, todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe (Is.64.6). Nada fizemos por merecer tão grande salvação. Paulo diz, que estávamos mortos em nossos delitos e pecados, seguindo o curso deste mundo, sob o domínio do príncipe dos poderes do ar, que opera nos filhos da desobediência; andando nos desejos carne e dos pensamentos e éramos por natureza merecedores da ira. Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça sois salvos (Ef.2.1-5). Seria impossível a salvação por nosso mérito, mas foi possível pela graça e misericórdia de Deus. 

MISERICÓRDIA - O homem merece castigo, punição, condenação. Porém, Deus o absorve e não dar. 

GRAÇA - O homem não merece perdão, não merece salvação, não merece favor algum. Porém, pelos méritos de Jesus Cristo, somos favorecidos.

Que possamos viver pela graça e abrigados na misericórdia, só assim temos a certeza e a garantia da nossa salvação. Amém! 

sábado, 13 de novembro de 2021

ADORANDO A DEUS EM MEIO AS ADVERSIDADES.

 

Então, Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou (Jó.1.20).

Jó é o sofredor modelo que prefigura Jesus Cristo, o Justo Perfeito que sofreu apesar de ser inocente. 
Deus permitiu que Satanás intensificasse o sofrimento de Jó chegando ao extremo do limite da sua aflição; porém, Jó se manteve integro e temente a Deus. 
Jó reagiu às fatalidades que lhe aconteceram com a mesma intensidade de fé, e em meio as aflições e adversidades, continuou adorando ao SENHOR. Adorar ao SENHOR quando tudo vai bem é fácil, a maioria dos crentes adoram. Jó é um exemplo de perseverança e paciência na adversidade. Jó tornou-se um adorador por excelência quando adorou ao SENHOR na alegria, na fartura e também na aflição, na necessidade e na hora do luto. Que possamos aprender com Jó, adorando a Deus em todo o tempo, mesmo quando nos faltam os recursos, mesmo quando somos desprezados e abandonados pelos "amigos", mesmo nos faltando tudo e estando em meio a mais densa escuridão e quase sem esperança... Mas, assim como houve um novo recomeço para Jó, haverá também para você um novo recomeço. Deus vai te levantar das cinzas e do pó e a sua história vai mudar. No epílogo da história do sofrimento de Jó, o SENHOR apareceu e esclareceu todas as dúvidas e virou o cativeiro de Jó, quando ele orava pelos seus amigos (41.10). Não reclame, nem murmure da situação, mas clame a Deus em oração e adore ao SENHOR. Ele vai virar o teu cativeiro e mudar a tua história. Amém! 

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

NOVO HOMEM EM CRISTO.

... Como está a verdade em Jesus, que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso sentido, e vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade (Ef.4.21-24).

Novo homem em Cristo foi mudado e transformado pelo poder de Deus, ele vive uma nova vida em Cristo e todo passado do velho homem foi por Deus esquecido e perdoado. Paulo diz: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (II Co.5.17). Tudo se fez novo - Novo nascimento, novo caminho, novo pensamento, novo coração, novo cântico, nova esperança. Um novo homem em Cristo faz toda a diferença.

NOVO HOMEM X VELHO HOMEM. 

O Novo Homem tem paz com Deus.

O Velho Homem está alienado de Deus.

O Novo Homem procura buscar o Reino de Deus.

O Velho Homem vive em busca dos seus interesses.

O Novo Homem tem prazer na Lei do SENHOR.

O Velho Homem despreza a Palavra de Deus.

O Novo Homem inclina-se para as coisas do Espírito.

O Velho Homem inclina-se para as coisas da carne.

O Novo Homem procura viver em santidade.

O Velho Homem vive na imundícia do pecado.

O Novo Homem foi regenerado pelo poder de Deus.

O Velho Homem está degenerado pelo poder do pecado.

O Novo Homem tem uma viva Esperança.

O Velho Homem vive sem esperança.

O Novo Homem está vivo em Cristo.

O Velho Homem está morto em seus delitos e pecados.

O Novo Homem vence o mundo pela fé.

O Velho Homem é derrotado pelo mundo.

O Novo Homem anda por fé. 

O Velho Homem anda por vista. 

O Novo Homem confia plenamente no SENHOR.

O Velho Homem confia em sua própria força.

CONCLUSÃO: 

Não deixe o velho homem reinar e dominar por completo a sua vida, mas permita que o Espírito Santo transforme completamente a sua vida, lhe mudando em um Novo Homem para glória e louvor de Deus. Amém!  

sábado, 6 de novembro de 2021

CONSTRANGIDO PELO AMOR DE CRISTO.

 

Porque o amor de Deus nos constrange, julgando nós assim: Que, se um morreu por todos, logo, todos morreram (II Co.5.14).

Baseado na sua própria experiência o apóstolo Paulo faz uma intrigante declaração quando diz: "O amor de Cristo nos constrange". O termo "constrange" em seu significado etimológico tem vários sentidos, entre eles estão: Impelir, coagir, compelir, dominar, forçar, obrigar. Paulo sentia-se impelido por esse amor e na obrigação de viver plenamente entregue ao amor de Cristo. É impossível uma pessoa ser constrangida pelo amor de Cristo e sua vida não mudar. Na sequência das palavras de Paulo ele diz: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (v.17). 

Constranger segundo o dicionário também significa, sentir-se envergonhado ou deixar alguém acanhado. Neste sentido, o amor de Cristo nos constrange nos deixando envergonhados e acanhados (sem jeito), diante da grandeza do seu amor por nós, sem o merecermos. O amor de Cristo nos constrange porque o seu amor é incondicional, ou seja, Ele não exige nenhuma condição de méritos para nos amar. 

SETE RAZÕES PORQUE O AMOR DE CRISTO NOS CONSTRANGE:

1- PORQUE ELE MORREU EM NOSSO LUGAR.

2- PORQUE NÓS NÃO MERECEMOS TÃO GRANDE AMOR.

3- PORQUE NÃO HÁ MÉRITOS EM NÓS POR ESSE AMOR.

4- PORQUE ELE USOU DE MISERICÓRDIA CONOSCO.

5- PORQUE ELE NÃO IMPUTOU OS NOSSOS PECADOS.

6- PORQUE ELE SE OFERECEU EM SACRIFÍCIO POR NÓS.

7- PORQUE ELE NOS IMPULSIONA  A VIVER EM OBEDIÊNCIA E SANTIDADE.

Louvado seja Deus por este AMOR! Que sejamos a cada dia constrangidos pelo amor de Cristo, o qual vai nos moldando e nos transformando ao ponto de ficarmos parecidos com Cristo. Amém! 

sexta-feira, 5 de novembro de 2021

A ÚLTIMA HORA!


Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos; por onde conhecemos que é já a última hora (I Jo.2.18).

O espírito anticristão ou do anticristo (contrario a Cristo) vem atuando cada vez mais forte e as evidências são perceptíveis em vários seguimentos da sociedade. A verdade é que, a humanidade aceitará o sistema anárquico do Anticristo e descerá a um nível de imoralidade tal, que se tornará um verdadeiro caos ou uma podridão sem precedentes. Enquanto isso, a verdadeira igreja do Senhor Jesus Cristo será arrebatada e estará com o SENHOR.

TRÊS FATOS EVIDENCIAM QUE ESTAMOS NA ÚLTIMA HORA:

1- O RELÓGIO DO APOCALIPSE NOS ALERTA.

O Que é o Relógio do Apocalipse? É um Relógio simbólico que foi criado nos Estados Unidos, pelo boletim dos Cientistas Atômicos em 1947. Este relógio em vez de medir a passagem do tempo, indica o quão perto o planeta está de ser destruído. Atualmente , seus ponteiros marcam dois minutos e meio para meia-noite, horário previsto para o fim do mundo.

COMO FUNCIONA ESTE RELÓGIO?

Não se trata de um objeto, mas de uma ilustração simbólica. Os ponteiros do relógio não se movem por meio de uma medida científica, mas de acordo com o parecer dos integrantes do conselho de ciência e segurança do BPA, que se reúne duas vezes por ano para determinar o quanto falta para meia-noite. É um símbolo que representa o quão perto ou longe estamos de uma catástrofe global. O que queremos mostrar com isso é o quão próximos estamos de destruir a vida na Terra como a conhecemos", explica Rachel Bronson, diretora-executiva e editora do boletim.

OS ÚLTIMOS AJUSTES DO RELÓGIO.

O relógio foi iniciado em sete minutos para a meia-noite durante a Guerra Fria em 1947, e tem sido posteriormente avançado ou retrocedido em intervalos regulares, dependendo do estado mundial e da perspectiva de uma guerra nuclear. O ajuste é relativamente arbitrário, feito pela diretoria do Bulletin of the Atomic Scientists em resposta aos acontecimentos mundiais.

O ajuste do relógio não tem sido feito rápido o suficiente para denotar certos eventos. A crise dos mísseis de Cuba em 1962, por exemplo, alcançou seu auge em algumas semanas, e o relógio não foi ajustado durante aquele período, provavelmente esse evento seria a tão temida "meia noite" da humanidade. Não obstante, alterações no relógio geralmente atraem atenção.

Em 26 de Janeiro de 2017, houve um avanço de três para dois minutos e trinta segundos para a meia-noite, a primeira mudança com uso de fração desde 1947. 

Em 25 de Janeiro de 2018, foi anunciado um avanço para dois minutos para a meia-noite. A última vez que o relógio marcou esta hora foi em 1953, quando os Estados Unidos e a União Soviética testavam dispositivos termonucleares.

Em 23 de janeiro de 2020, foi anunciado um avanço para 100 segundos (1 minuto e 40 segundos) para a meia-noite. Foi o marco mais próximo da meia-noite desde da criação do Relógio, em 1947.

Fonte: https://pt.wikipedia.org

ELE ESTÁ VOLTANDO!

Os próprios cientistas estão dizendo que o fim está próximo. Com todas estas informações científicas, o que podemos afirmar à luz da Bíblia, diante de tudo que vem acontecendo? A ciência e a Bíblia sempre andaram na mesma direção, e agora mais do que nunca, estamos vendo e comprovando os fatos científicos afirmando o que a Bíblia já previa. Só nos resta como cristãos, repetir o que o apóstolo João escreveu no primeiro século da era cristã: "É já a última hora" (I Jo.2.18). O Relógio de Deus já marca quase zero horas.

Maranata! Ora Vem Senhor Jesus!  

2- A GRANDE APOSTASIA DA FÉ.

Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios (I Tm.4.1).

Apostasia significa o abandono da fé, de forma total ou parcial. Vivemos em uma época de grande apostasia espiritual. Com o avanço da ciência e o desenvolvimento tecnológico, há uma tendência desenfreada das pessoas a se tornarem cada vez mais materialistas e frias espiritualmente. Muitos são influenciados pela mídia e o sistema humanista que impera em uma sociedade egocêntrica, fria e desumana. Haja vista também que, o pecado se multiplica, ao ponto de muitos acharem tudo normal; e os falsos profetas arrebanham grandes números de adeptos, oferecendo-lhes vantagens e facilidades para o caminho do céu. Infelizmente vivemos em uma época de grande decadência espiritual, estamos vendo uma grande variedade de ministérios e igrejas que se multiplicam a cada dia, e estão atraindo milhares de pessoas. Mas, a grande problemática é que boa parte desses ministérios e igrejas, não estão comprometidos com o Reino de Deus. Muitos lideres religiosos distorcem a palavra de Deus para agradar os seus ouvintes e massagear seu ego, entrando no caminho da apostasia e levando multidões após si. Sobre isto diz a palavra de Deus: E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade; e, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita (II Pe.2.1-3). Infelizmente, estamos vivendo esta realidade em nossos dias. A verdade é que estamos vendo muitos lideres religiosos apostatando da fé, ao ponto de não mais acreditarem na iminente volta do Senhor Jesus. Enquanto isso acontece, os remanescentes fiéis estão clamando: Maranata!

3- A CONSTRUÇÃO DO TERCEIRO TEMPLO EM ISRAEL.

O Arrebatamento da Igreja é o próximo evento importante na cronologia de Deus relacionada às atividades proféticas. Já não há mais profecias a serem cumpridas antes que ocorra o Arrebatamento. Ele é iminente, isto é, pode acontecer a qualquer momento. Na verdade, não existe nada, a não ser a graça longânima e a misericórdia de Deus, que possa impedi-lo de ocorrer imediatamente.

No entanto, embora não existam sinais para o Arrebatamento, há pelo menos um importante indicador de que ele está próximo, às portas. Esse indicador é a situação em que se encontram os preparativos para o próximo Templo Judeu a ser construído no monte do Templo, em Jerusalém.

O rabino Nachman Kahane, um rabino líder em Jerusalém, nascido em 1937, crê que um Templo será construído no monte do Templo enquanto ele ainda estiver vivo; e ele diz que tudo está pronto para que o Templo seja construído.

O rabino Kahane treinou todos aqueles que estão na liderança desse esforço para a reconstrução; e foram seus alunos que deram início ao Instituto do Templo, em 1987, no bairro judeu na Cidade Velha de Jerusalém. O Instituto tem treinado homens para o serviço no Templo e acumulado todos os implementos necessários para o Templo, inclusive a mesa da proposição, o altar do incenso, e a menorá de ouro. A menorá, atualmente em exposição em frente à praça do Muro Ocidental em Jerusalém, é recoberta com aproximadamente 45 quilos de puro ouro e seu valor é de cerca de 2 milhões de dólares americanos.

 O rabino Glick está convocando o povo judeu para se unir e fazer todo esforço possível para visitar esse local sagrado e se concentrar em reconstruir o Templo. Durante vários anos, ele dirigiu os esforços do Instituto do Templo no sentido de se prepararem para a reconstrução.

Os Fiéis do Monte de Templo, de Gershon Salomon, têm uma pedra fundamental pronta para quando for dado início à construção. Diz-se que ela foi consagrada com água do poço bíblico de Siloé e cortada com diamantes.

Fonte: https://www.chamada.com.br/mensagens/terceiro_templo.html

À luz de tudo o que está acontecendo para a preparação de um Templo Judeu no monte do Templo, faríamos o certo se mantivéssemos nossos ouvidos bem abertos para o brado do Senhor, a voz do arcanjo e o chamado da trombeta de Deus.

Você está preparado para o Arrebatamento da Igreja?

Se no começo da era cristã, o apóstolo João já escrevia para os irmãos e dizia: É já a última hora. Imagine hoje, depois de dois mil anos passados, o que havemos de dizer, diante de tudo que estamos vendo se cumprir. É já os últimos minutos. 

Jesus está voltando. Maranata! 

quarta-feira, 3 de novembro de 2021

PAULO NO PODER DO ESPÍRITO.

 

E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos, disse-lhes: Recebeste vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados, então? E eles disseram: No batismo de João. Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam em línguas e profetizavam. Estes eram, ao todo, uns doze varões (At.19.1-7).

Enquanto Apolo esteve em Éfeso (At.18.24-28), muita gente se converteu com a sua pregação. Porém, Apolo era um pregador limitado, mesmo sendo eloquente e grande conhecedor das Escrituras. Apolo não falou para os discípulos acerca do Espírito Santo, por isso eles responderam a Paulo: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Paulo um pregador completo, no poder do Espírito Santo, estendeu as mãos sobre eles, e veio sobre eles o Espírito Santo e falavam em línguas e profetizavam. Paulo no poder do Espírito Santo teve o seu ministério marcado por milagres, curas e expulsão de demônios. Lucas relata que isto acontecia de tal maneira, que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam, e os espíritos malignos saíam (At.19.11,12). Paulo foi um pregador completo e tornou-se modelo para os pregadores de todas as épocas. No poder do Espírito, tudo é possível.

AÇÕES DO ESPÍRITO SANTO NA VIDA DE PAULO:

- PAULO CHEIO DO ESPÍRITO.

Todavia, Saulo, que também se chama Paulo, cheio do Espírito Santo... (At.13.9).

- PAULO SENDO GUIADO PELO ESPÍRITO.

E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lho permitiu (At.16.6,7).

- PAULO PREGANDO NO PODER DO ESPÍRITO.

A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder (I Co.2.4).

- PAULO OPERANDO SINAIS E PRODÍGIOS NO PODER DO ESPÍRITO.

Pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do Espírito de Deus; de maneira que, desde Jerusalém e arredores até Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo (Rm.15.19).

- PAULO RECEBENDO REVELAÇÕES DO ESPÍRITO.

E, agora, eis que, ligado eu pelo Espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que lá me há de acontecer, senão o que o Espírito Santo, de cidade em cidade, me revela, dizendo que me esperam prisões e tribulações (At.20.22,23).

- PAULO ATRIBUINDO AO ESPÍRITO A CONVOCAÇÃO PASTORAL.

Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com o seu próprio sangue (At.20.28). 

Paulo foi um pregador extraordinário que pregou e viveu no poder do Espírito. Abaixo de Jesus Cristo, Paulo foi o homem mais espiritual e sobrepujou a todos os seus correlegionários. Na atualidade temos visto pregadores eloquentes com muita técnica de oratória, porém, vazios e sem poder do Espírito em suas pregações. Temos visto discursos frios, sem graça de Deus e sem unção do Espírito. Precisamos com urgência nos submeter ao Espírito e buscarmos nEle o poder que torna eficaz a nossa pregação e transforma vidas para glória de Deus.   

terça-feira, 2 de novembro de 2021

25 CURIOSIDADES NO LIVRO DOS SALMOS.


1- Você sabia que o livro dos salmos é dividido em cinco livros? 

Sendo o Primeiro 1-41; Segundo 42-72; Terceiro 73-89; Quarto 90-106; Quinto 107-150.

2- Você sabia que os cinco livros dos salmos têm semelhança temática com o Pentateuco?

GÊNESIS - O ser humano e a criação (Salmos 1-41).

ÊXODO - Livramento e Redenção (Salmos 42-72).

LEVÍTICO - Culto, Serviço e Sacrifício (Salmos 73-89).

NÚMEROS - Deserto e Peregrinação (Salmos 90-106).

DEUTERONÔMIO - Palavra de Deus e Adoração (Salmos 107-150).

3- Você sabia que Davi não foi o único autor do livro dos salmos?

Salmos da autoria de Davi foram 73. Asafe foi autor de 12. Os filhos de Corá 11. Salomão 2. Moisés 1. Etã 1. Os anônimos são 50, não tem autor definido. 

4- Você sabia que o salmo 14 é idêntico ao salmo 53? 

5- Você sabia que o salmo 40.13-17 contém as mesmas palavras do salmo 70? 

6- Você sabia que o salmo 136 todos os versículos terminam com a mesma expressão?

7- Você sabia que o salmo 107 a expressão, "E clamaram ao SENHOR na sua angústia, e ele os livrou das suas necessidades" se repete quatro vezes, nos versículos 6,13,19,28? 

8- Você sabia que o salmo 106 versículo 37 é o único que faz mensão aos demônios? 

9- Você sabia que o salmo 119 é dividido em 22 seções que correspondem as 22 letras do alfabeto hebraico?

10- Você sabia que o livro dos salmos é o maior livro da Bíblia?

11- Você sabia que o salmo 119 é o maior capítulo da Bíblia com 176 versículos?

12- Você sabia que o salmo 117 é o menor capítulo da Bíblia com apenas 2 versículos?

13- Você sabia que o salmo 118 versículo 8 é o centro da Bíblia? 

14- Você sabia que o termo "Selá" que aparece em vários salmos significa, uma pausa na música? 

15- Você sabia que a autoria dos salmos compreende um período de cerca de 1.000 anos a.C.?

16- Você sabia que as expressões "Salmos" e "Saltério" provém da septuaginta (a primeira e mais notável tradução grega do A.T., elaborada por um grupo de eruditos de Alexandria, por volta do ano 285 a.C.)?

17- Você sabia que no hebraico "Tehilim" é louvores, termo que deu origem a expressão "Salmos".

18- Você sabia que o próprio Senhor Jesus Cristo, atribuiu a Davi a autoria do salmo 110? 

19- Você sabia que os salmos 120 a 134 são intitulados como cânticos dos degraus, e estes eram cantados durante as longas peregrinações anuais que se faziam até a Cidade Santa de Jerusalém, nas quais os adoradores chegavam cantando ao monte Sião? 

20- Você sabia que o livro dos Salmos é o mais citado no Novo Testamento, com 186 citações?

21- Você sabia que a expressão "Aleluia" que significa "Louvai ao SENHOR", ocorre 28 vezes na Bíblia, e que 24 estão no livro dos salmos? 

22- Você sabia que o livro dos salmos é o único livro poético que era utilizado na liturgia do culto no templo e nas sinagogas?

23- Você sabia que o salmo 150 1-6 repete por 13 vezes a expressão "Louvai ao SENHOR"?

24- Você sabia que Martinho Lutero buscou inspiração no salmo 46 para compor o hino "Castelo Forte"?

25- Você sabia que os salmos 22 - 23 - 24 formam uma tríade que fazem menção a Jesus Cristo?

- No salmo 22 Ele é apresentado como o Messias Sofredor.

- No salmo 23 Ele é apresentado como o Pastor Excelente.

- No salmo 24 Ele é apresentado como o Rei da Glória.

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

PREGANDO A MENSAGEM DA CRUZ.

Mas nós pregamos a Cristo crucificado... (I Co.1.23).

Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo... (Gl.6.14).

O apóstolo Paulo, o maior pregador do cristianismo, disse que pregava a Cristo, e este crucificado, disse também que se gloriava na cruz de Cristo. Hoje, muitos pregadores substituíram a mensagem da cruz por uma mensagem humanista e antropocêntrica. Preferem pregar mensagem de auto-ajuda e sensacionalista e desprezam a mensagem da cruz. 

A cruz de Cristo é a mensagem mais revolucionária de todos os tempos. A Cruz não pode ser esquecida nem substituída. Foi na cruz que Cristo nos libertou, foi na cruz que Cristo nos perdoou, foi na cruz que Cristo pagou a nossa dívida, foi na cruz que Cristo satisfez a justiça de Deus, foi na cruz que Cristo esmagou a cabeça de Satanás e proclamou a nossa vitória.

DEZ FATOS RELACIONADOS A CRUZ:

1- NA CRUZ O PECADO FOI VENCIDO.

2- NA CRUZ A MORTE FOI DERROTADA.

3- NA CRUZ O INFERNO FOI ABALADO.

4- NA CRUZ A MALDIÇÃO FOI DESFEITA.

5- NA CRUZ A SALVAÇÃO FOI ANUNCIADA.

6- NA CRUZ A OBRA FOI CONSUMADA.

7- NA CRUZ A NOSSA DÍVIDA FOI PAGA.

8- NA CRUZ A NOSSA RECONCILIAÇÃO FOI ACEITA.

9- NA CRUZ SATANÁS FOI DERROTADO.

10- NA CRUZ A NOSSA VITÓRIA FOI PROCLAMADA.

A cruz é a base que fundamenta a nossa fé. Não há outra mensagem mais poderosa do que a da cruz. A cruz é a mensagem que nunca se esgota, nunca falha e nunca envelhece. Que os púlpitos das igrejas sejam como trombetas que ecoam a mensagem da cruz. Amém! 

domingo, 31 de outubro de 2021

HALLOWEEN - A festa do senhor da morte.

O Halloween é uma festa ligada à cultura americana, mas tem sido celebrada em diversos países, inclusive no Brasil. O que parece uma festa inocente, não é. Halloween comemorada no dia 31 de Outubro, é uma festa satânica e espiritualmente perigosa. O dia de Halloween é considerada uma data importante para os bruxos, para os feiticeiros, para os adoradores de Satanás e seus simpatizantes. O que parece ser uma brincadeira inofensiva, na verdade não é. Existem forças espirituais atuando por trás induzindo as pessoas ao erro. Enquanto crianças e adultos do mundo inteiro se fantasiam e enfeitam suas casa com abóboras, teias de aranhas, velas coloridas e outros temas macabros, algo espiritual acontece. A triste notícia é que, muitos cristãos estão aderindo a "moda" e participando da festa de Halloween. Essa celebração tem raiz satânica e nós como verdadeiros cristãos não devemos festejar achando que não tem nada de demais. A Bíblia diz: Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso (II Co.6.14-18). O apóstolo Paulo ainda adverte: Rejeite, porém, as fábulas profanas e tolas, e exercite-se na piedade (I Tm.4.7). A data de 31 de outubro é o Dia da Reforma Protestante, a data em que Martinho Lutero publicou as suas 95 teses. Esta deve ser celebrada pelos cristãos verdadeiros!

SIGNIFICADO.

A palavra Halloween é uma abreviação da expressão All Hallows' Eve pela junção das palavras hallow, que significa "santo", e eve, que significa "véspera", pois ocorre no dia anterior à celebração do Dia de Todos os Santos.

ORIGEM.

A origem da festa do Halloween possui uma grande trajetória, visto ser praticada há mais de 3 mil anos. Ela surgiu com os celtas, povo que era politeísta e acreditava em diversos deuses relacionados com os animais e as forças da natureza.

Os celtas celebravam o festival de Samhain, o qual tinha a duração de 3 dias, com início no dia 31 de outubro. Nela, além de se comemorar o fim do verão, comemorava-se a passagem do ano celta, que tinha início no dia 1 de novembro.

Acreditava-se que nesse dia os mortos se levantavam e se apoderavam dos corpos dos vivos. Por esse motivo, eram usadas fantasias e a festa era repleta de artefatos sombrios com o intuito principal de se defenderem desses maus espíritos.

Mais tarde, durante a Idade Média, a Igreja começou a condenar o evento, e daí surgiu o nome “Dia das Bruxas”.

Durante o Medievo, os curandeiros eram considerados bruxos e por se posicionarem contra os dogmas da Igreja, eles eram queimados na fogueira.

Assim, na tentativa de afastar o caráter pagão da festa, a igreja promoveu alterações no calendário, de modo que o Dia de Todos os Santos passou a ser comemorado no dia 1 de novembro, o que antes acontecia no dia 13 de maio.

NOS ESTADOS UNIDOS.

Nos Estados Unidos, a tradição do Halloween é muito forte. Foi trazida por imigrantes irlandeses no século XIX. Desde então, a festa é o maior sucesso.

As crianças usam fantasias e batem nas portas das casas dizendo a tradicional frase: “doce ou travessura?” (trick or treat, em inglês). A brincadeira consiste em pedir doces, ameaçando cometer uma travessura a quem negar as guloseimas.

As casas e as ruas ficam decoradas com temas sombrios (bruxas, caveiras, múmias, vampiros, fantasmas, etc.). Uma das marcas mais emblemáticas da festa são as grandes abóboras com rosto e com velas dentro.

Atualmente, a comemoração possui um grande valor comercial e a data é feriado nos Estados Unidos.

Além dos Estados Unidos, a festa foi difundida por diversos países do mundo, tendo forte tradição no Canadá e no Reino Unido.

TRADIÇÕES - FANTASIAS - SÍMBOLOS.

O pedido de doces realizado pelas crianças está relacionado com a antiga tradição celta. Como forma de apaziguar os espíritos maus as pessoas lhes ofereciam comida. As mulheres celtas faziam um bolo chamado de “bolo da alma”.

Já a tradição da vela dentro da abóbora vem do folclore da Irlanda e está relacionada com a figura de “Jack da lanterna”. No entanto, na história original a abóbora era um nabo.

Jack era um beberrão que, enganando o diabo, conseguiu escapar do inferno. Ao morrer, Jack não foi aceito no céu, de modo que sua alma passou a vaguear pelas noites usando uma lanterna para iluminar o caminho. A lanterna era feita com um nabo.

Tendo em conta a abundância de abóboras na época da festa nos Estados Unidos, elas tomaram conta da decoração da festa.

Os principais símbolos associados à comemoração são as abóboras com velas, as fantasias de bruxas, caveiras, múmias, fantasmas, zumbis, morcegos e gatos. Além disso, as cores mais utilizadas são o preto, o roxo e o laranja.

NO BRASIL.

O Halloween é chamado de Dia das Bruxas no Brasil, é uma festa com temas sombrios e comemorada anualmente em 31 de outubro.

Ainda que no Brasil o Halloween não tenha grande tradição, existem muitas festas temáticas que ocorrem no dia 31 de outubro atualmente.

Isso ocorreu por influência estadunidense sendo, portanto, uma comemoração recente no país. No entanto, ainda não é comparada com as festividades que se realizam nos Estados Unidos. Antes não era comemorada, mas desde há 20 anos tem vindo a se tornar um hábito.

Um dos maiores propulsionares dessa cultura foram os cursos de idiomas no país. Em muitas escolas de línguas se comemora com os alunos a data relacionada com a cultura inglesa e estadunidense.

O Dia do Saci foi introduzido no país em 2003 através do Projeto de Lei Federal n.º 2.762. A ideia era celebrar algo que fosse pertencente ao folclore nacional e, portanto, é comemorado no mesmo dia do Halloween: 31 de outubro.

Fonte: https://www.todamateria.com.br/historia-do-halloween/

sábado, 30 de outubro de 2021

EM DEFESA DO EVANGELHO.


... Sabendo que fui posto para defesa do evangelho (Fp.1.16).

Paulo estava preso em Roma, mas a Palavra de Deus estava solta, de maneira que ele declara que a sua prisão trouxe maior proveito para o evangelho, chegando ao conhecimento de todos da guarda pretoriana (o Pretório era a residência oficial do governador romano). A prisão de Paulo serviu para encorajar os irmãos a pregarem a Palavra com ousadia. Enquanto Paulo estava na prisão os irmãos pregavam o evangelho por todas as partes. Paulo reconhece que estava preso por permissão de Deus e que estava ali para defesa do evangelho. Paulo era um apologeta da fé, além de combater as heresias dos falsos mestres, ele também discursava com os religiosos provando pelas Escrituras que Jesus era o Cristo. 

Deus deu a Paulo a importante tarefa de defender o Evangelho. Semelhante a Paulo todos os cristãos são conclamados a defender a Verdade, combatendo pela fé que uma vez foi dada aos santos (Judas, 3). A declaração de Paulo: Sabendo que fui posto para defesa do evangelho (Fp..1.16), parece estranha aos lideres, pastores e pregadores nos dias atuais, muitos não vêem a necessidade de "batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos" (Jd.3). À luz da Bíblia, se faz necessário não somente declararmos a nossa fé, mas também defendê-la e resistir aqueles que distorcem a fé. 

Vivemos uma guerra de falsos ensinos e distorções bíblicas. Muitos falsos teólogos, educadores, políticos e intelectuais estão semeando um falso evangelho, tentando incutir nas pessoas as suas ideologias e falsas ciências. Todavia, a igreja de Jesus não vai se dobrar diante dos ditames malignos deste mundo tenebroso. Sejamos defensores da fé, do evangelho de Jesus até a morte. Amém!