domingo, 16 de setembro de 2018

AS SETE PRISÕES DA ALMA.

Tira minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem (Salmos, 142.7).
Neste salmo Davi deixa transparecer que está atravessando um tempo de grande aflição na sua vida, a sua angustia é tão grande, que ele chega ao ponto de clamar ao SENHOR dizendo: Tira a minha alma da prisão! A verdade é que muitas pessoas estão aparentemente livres, pelo fato de não estarei presas em nenhuma penitenciaria ou presídio, mas estão espiritualmente presas com suas almas escravizadas nos vícios, nas ideologias, nas falsas religiões e em tantas outras mazelas que escravizam o ser humano.

1. PRISÃO DOS CONCEITOS E IDEOLOGIAS.
Há pessoas que estão criando seus próprios conceitos e formando suas próprias ideias, e ainda aceitando os conceitos e ideologias humanas, que são contrários aos princípios da palavra de Deus. Muitos estão tornando-se escravos, com a sua alma presa nos seus sentimentos e pensamentos perturbados. Mas há libertação da parte de Deus. A única maneira de se libertar dos conceitos e ideologias é conhecendo a verdade. Jesus disse: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (João 8.32).

2. PRISÃO DA FALSA RELIGIÃO.
Uma grande arma que Satanás tem usado para escravizar as pessoas, é a falsa religião. O fato é que o homem é um ser religioso, e tem sede de Deus. Nesta busca por Deus, muitos entram em caminhos tortuosos e são enganados por falta de conhecimento. Esta prisão que aparenta não ser, tem escravizado muitas almas e até conduzido muitas para a condenação eterna. Mas, há libertação. Jesus disse: Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres (João, 8.36).

3. PRISÃO DA INCAPACIDADE DE PERDÃO.
Um das maiores dificuldades na vida do ser humano, é a incapacidade de  liberar perdão. Muitos estão vivendo infelizes por não perdoarem; porque feliz é quem perdoa. Perdoar é para os fortes, fraco é quem não perdoa. Há uma frase que diz: "Guardar rancor é como segurar uma brasa nas mãos, só a pessoa se queima". Infelizmente, muitos cristãos estão presos nesta armadilha e não conseguem se libertar. O apóstolo escrevendo aos coríntios, Paulo diz: Se perdoardes alguma coisa a alguém, também eu perdoo; e aquilo que perdoei, se é que havia alguma falta a ser perdoada, perdoei na presença de Cristo, por amor de vós, a fim de que Satanás não tivesse qualquer vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas artimanhas (II Co.2.10,11).
Jesus disse: Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas (Mateus, 6.14,15).
Portanto, libere perdão e liberte a sua alma desta prisão. 

4. PRISÃO DOS VÍCIOS.
Os vícios tem dominado a vida de muitas pessoas; independente de cultura e classes sociais, os vícios têm levado muitos a desgraça, ao caos e ao fundo do poço. Muitas famílias têm sido vítimas desta prisão maldita, que consequentemente tem causado grandes tragédias moral, social e espiritual. A sociedade de um modo geral vem sofrendo por causa da violência provocada pelos vícios. Mas, há esperança para os que estão presos pelos vícios, Jesus Cristo o Libertador. Ele disse: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres (João, 8.32, 36). As clinicas de recuperação aos viciados ajudam e tem dado resultados positivos, mas só Jesus Cristo liberta o homem por completo. Liberte-se enquanto há tempo, saia desta prisão maldita! 

5. PRISÃO DO MEDO.
O medo pode ser saudável e algo natural  na vida do ser humano. Porém, há um tipo de medo que vai além do normal, e passa a se tornar uma verdadeira prisão espiritual na vida de uma pessoa.
O medo ao extremo leva as pessoas a ficarem apavoradas, ao que se chama de síndrome do pânico. O medo ao extremo elimina a fé e a esperança. A palavra de Deus nos diz: Não temerás espanto noturno, nem seta que voe de dia, nem peste que ande na escuridão, nem mortandade que assole ao meio-dia. Mil cairão ao teu lado, e dez mil, à tua direita, mas tu não serás atingido (Salmos, 91.5-7).
Se você está nesta prisão, e quer se libertar, busque força em Deus através da sua palavra. Permita Jesus entrar em sua vida e todo temor terá fim. Lance fora o medo, e viva feliz no amor de Deus.

6. PRISÃO DAS ENFERMIDADES.
As enfermidades tem se tornado uma praga no mundo, o número de pessoas doentes tem aumentado assustadoramente. Muitas pessoas estão sendo molestadas pelas enfermidades que assolam a humanidade, a medicina apenas ameniza a situação, a medida que o mal avança.
Na época de Jesus, havia muitas pessoas enfermas, escravizadas por diversos males, e Jesus curava a todos os criam e os libertava.
Jesus Cristo é o mesmo, Ele continua curando e libertando as pessoas dos males que as molestam. Jesus curou no passado e continua curando e libertando as pessoas desta prisão. Portanto, devemos crer que JEOVÁ Rhafá, o Deus que sara, é o mesmo que salva cura e liberta.

7. PRISÃO DA AÇÃO DEMONÍACA.
A ação demoníaca vem influenciando a vida de muitas pessoas, que estão vulneráveis as investidas dos demônios. Os demônios por não terem corpos, eles procuram possuir as mentes e os corpos das pessoas, tornando-as escravas de muitos males. Na época de Jesus, havia muitas pessoas possessas, possuídas e dominadas pelos demônios. Hoje não é diferente, é perceptível a ação demoníaca na vida das pessoas. A ação demoníaca atinge a todos; independente de raça, cor, classes sociais, status e formação. É necessário termos Deus entronizado em nossos corações, e o Espírito Santo atuando em nossa vida, para não sermos atingidos e dominados pelos demônios. Eles estão atuando em todas as áreas, de forma sutil e sorrateira. Mas, o Libertador, chamado Jesus Cristo, veio para desfazer as obras do diabo e libertar a todos os oprimidos. 
Se você está nesta prisão, busque a Deus, e Ele vai lhe libertar. Amém! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário