quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

POR QUE O NÚMERO DE JOVENS ATEUS CRESCEM?

Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompidos, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem (Salmos, 14.1).

O ateísmos é um sistema de rebelião contra Deus. Não é de hoje que existem pessoas céticas e totalmente descrentes de Deus. O Livro Sagrado, bem como a história secular revelam que deste os tempos remotos havia pessoas que questionavam a existência de Deus e tinham os seus próprios conceitos relacionados a fé. Enquanto o teísmo prega a fé em Deus e acredita na sua existência como Deus Criador; o ateísmo prega a descrença em Deus e não acredita na sua existência. Diante da ideia da existência de Deus ou de um ser superior, há três classes de pessoas: Os crentes (aqueles que acreditam fielmente em Deus). Os agnósticos (aqueles que não têm certeza da existência de Deus). Os ateus (aqueles que negam a existência de Deus).

O QUE É SER ATEU E QUAIS OS SEUS CONCEITOS E ARGUMENTOS.

O ateu é uma pessoa que não aceita a ideia da existência de Deus. Assim o ateísmo é a postura intelectual que defende esta tese.
Não há uma forma exata de uma pessoa autoproclamar-se um ateu. Uma pessoa pode considerar-se ateu por uma questão intelectual, uma vez que para ela não há razões objetivas ou provas concretas que demonstram a existência de Deus. É possível ser ateu de maneira combativa, ou seja, de opor-se radicalmente aos dogmas do teísmo ou simplesmente por mostrar indiferença (posição semelhante ao agnosticismo). Normalmente o ateu é aquele que explica a realidade sem recorrer à intervenção de Deus, já que está convencido de que a vida pode ser explicada através de parâmetros racionais e científicos e nunca através de Deus.
Os ateus têm ausência de fé, uma vez que não alegam motivos claros nem argumentos contrários à existência de Deus (ou de deuses), simplesmente por não acreditarem neste conceito. O ateu presume que o ser humano não tem capacidade suficiente para afirmar algo com profundidade em relação a Deus. Estas ideias e avaliações são algumas das características próprias dos seguidores do ateísmo.

CRESCE O NÚMERO DE UNIVERSITÁRIOS ATEUS NOS ESTADOS UNIDOS.

O rápido crescimento da Aliança de Estudantes Secularistas (SSA – Secular Student Alliance) prova que hoje os jovens consideram o secularismo como um aspecto importante e fundamental de sua identidade. O grupo de proteção para o ateísmo e humanismo que é organizado em campis universitários dos Estados Unidos agora também está presente em escolas de ensino médio. “Mais estudantes estão orgulhosamente se declarando ateus, o que inspira outros a fazer o mesmo. Nós costumávamos sair e procurar por eles. Agora, eles estão vindo de toda parte e nos procurando, pedindo para fazer parte do movimento,” disse Galef, um porta-voz da SSA. Antigamente a maioria dos estudantes ateus e agnósticos tinham a identidade secular como algo secundário, enquanto a identidade primária estava focada em outras características pessoas ou filosofias de vida, tais como ser feminista, de uma minoria racial, gay/lésbica, pacifista, ambientalista, socialista, libertário ou até politicamente liberal ou conservador. Mas agora isso é diferente, a identidade não-religiosa tornou-se algo cada vez mais importante para muitos deles. Boa parte desses jovens passaram a ver a religião tradicional como algo de pouco valor no mundo moderno. Tanto que muitos estudantes secularistas estão entusiasmados e ansiosos para  combater a evangelização feita por grupos religiosos. Operando precariamente quando foi fundada em 2000, a SSA agora está atraindo um significativo suporte financeiro. O grupo recebeu recentemente um grande incentivo quando o empresário do Vale do Silício Jeff Hawkins, criador do PalmPilot, prometeu um apoio financeiro importante. Com o ceticismo religioso em ascensão entre os jovens e a mídia social on-line dando visibilidade e tornando sua organização mais fácil que no passado, é improvável que o fenômeno desapareça. Os alunos veem isso como uma resposta eficaz e necessária à direita    religiosa, um meio sensato de combater o ativismo motivado pela religiosidade. O ateísmo que hoje se espalha pelas universidades de vários países é organizado, bem financiado, com identidade clara e defendido por jovens que não vão abandonar as guerras culturais, pois veem sua postura de vida não-teísta como algo que pode contribuir para um mundo melhor.

Fonte: Gospel Prime.
Com informações Pavablog

O NÚMERO DE JOVENS ATEUS CRESCEM POR TRÊS RAZÕES:

* SECULARISMO.

O secularismo é uma política de separação entre religião e estado, a partir dai vem a definição de que o estado é laico. 
O secularismo pode ser também um sistema intelectual que governa a sociedade e rejeita toda forma de fé e devoção religiosas. O secularismo além de pregar o relativismo e o pluralismo, ele também é contrario aos princípios cristãos. Muitos jovens estão perdendo a sua identificação em relação a fé em Deus e aos princípios bíblicos e estão enveredando pelos caminhos do relativismo e pluralismo social. Os conceitos do secularismo banalizam a fé e julgam que o comportamento ético e moral de uma pessoa depende do seu ponto de vista e da sua satisfação e bem estar.  A verdadeira ortodoxia cristã vem perdendo forças para resistir o modismo que vem sendo implantado pelo secularismo. Infelizmente, muitos jovens cristãos e não cristãos, já se rederam ao secularismo e estão se tronando pessoas céticas e descrentes de Deus.

* HUMANISMO.

O humanismo foi um movimento intelectual iniciado na Itália no século XV com o Renascimento e difundido pela Europa, rompendo com a forte influência da Igreja e do pensamento religioso da Idade Média. O teocentrismo (Deus como centro de tudo) cede lugar ao antropocentrismo, passando o homem a ser o centro de interesse.
Segundo a história, o humanismo teve grandes avanços na idade média em relação ao conhecimento e desenvolvimento cultural, científico e tecnológico. Porém, ouve um abandono a fé e desprezo aos ensinos da bíblia. Eles tiraram Deus do centro de tudo e colocaram o homem.
O conceito de humanismo moderno na atualidade não é diferente; muitos jovens estão mergulhados no sistema humanista, e como consequência estão cada vez mais afastando-se de Deus, desvalorizando o que é sagrado e valorizando o que é profano. Tirando a primazia de Deus e colocando o que é humano e secular como prioridades.
O humanismo também envolve o hedonismo, que prega como conceito a valorização do prazer. Ou seja, a pessoa deve viver em torno do prazer, porque isto é o que importa.
O termo "hedonismo," de origem grego hedoné, surgiu na filosofia epicurista fundada por Epicuro, em 321-270 aC. Os epicuristas pregavam a cultura do prazer, onde o deleite, a satisfação carnal era a fonte da felicidade e realização do homem.
O humanismo tem sufocado o prazer, a alegria e a satisfação do homem buscar a Deus e coloca-lo como Senhor e Salvador da sua vida. Infelizmente, muitos jovens estão presos nesta armadilha de Satanás, seguindo os seus próprios conceitos e deixando que o seu ego o afaste do Deus Vivo e Verdadeiro.

* BANALIZAÇÃO DA RELIGIÃO.

Por incrível que pareça, muitos dos que hoje se declaram ateus, já foram crentes no passado. Muitos eram extremamente religiosos, frequentavam a igreja, eram atuantes e participantes ativos e fervorosos na Casa de Deus. Porém, de repente, jogaram a toalha em relação a fé, em outras palavras, apostataram da fé, tornaram-se céticos e passaram a desacreditar de tudo e de todos. Nada justifica um crente abandonar a sua crença por causa de escândalos ou atitudes hipócritas por parte daqueles que eram tidos como um modelo a ser seguido, um referência ou paradigma.
É fato que para muitos a religião caiu no descredito, por causa da banalização da fé. A igreja para muitos tornou-se um balcão de negócios, muitos lideres que se dizem pastores estão mercadejando a fé e pregando um Jesus capitalista. Por causa disso muitos crentes estão abandonando a fé; por verem lideres renomados profanarem o caminho da verdade. Mas tudo isso foi previsto pelo Mestre, Jesus Cristo. O apóstolo Pedro também nos advertiu sobre os falsos mestres, dizendo: E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos mestres, que induzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão a suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade; e, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não tarda (II Pedro, 2.1-3).
Nessa avalanche de ventos de falsas doutrinas e modismo, muitos jovens que estavam escravos do pecado, cansados das ilusões e mentiras do mundo secular, vieram para igreja em busca de algo novo, verdadeiro, sólido, transformador e libertador; e não encontram, muitos se desviam e voltam ao mundo de pecados. Nisto muitos tornam-se inimigos do evangelho de Cristo, e se declaram ateus de carteirinha. Que não seja assim, seja forte em Deus e olhe para o alvo que é Cristo, porque não há igreja perfeita, a perfeição é Cristo.

A grande estratégia de Satanás é convencer as pessoas que Deus não existe. Infelizmente, muitos jovens que deveriam estar servindo ao Senhor, estão entregue ao ceticismo, distantes de Deus, no caminho da perdição. Nos quais disse Paulo, o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus (II Coríntios, 4.4). Portanto, jovem, não deixe de crer em Deus, Ele é a causa da sua existência.
 

Um comentário:

  1. https://play.google.com/store/apps/details?id=com.shoutcast.app.adoracaoadeus

    ResponderExcluir