sexta-feira, 13 de outubro de 2017

CHIBOLETE OU SIBOLETE.

E ajuntou Jefté a todos os homens de Gileade e combateu com Efraim, e os homens de Gileade feriram a Efraim; porque, estando os gileaditas entre Efraim e Manassés, disseram: Fugitivos sois de Efraim. Porém tomaram os gileaditas aos efraimitas os vaus do Jordão; e sucedeu que, quando os fugitivos de Efraim diziam: Passarei; então, os homens de Gileade lhes diziam: És tu efraimita? E dizendo ele não; então diziam: Dize, pois, chibolete; porém ele dizia, sibolete, porque não podia pronunciar assim bem; então pegavam dele e o degolavam nos vaus do Jordão; e caíram de Efraim, naquele tempo, quarenta e dois mil (Juízes, 12. 4-6).

Este é um dos episódio mais curioso do texto sagrado, nele nós vamos encontrar uma guerra interna entre dois povos, os gileaditas e os efraimitas, ambos pertencente a nação de Israel. O curioso é que, os efraimitas por não saberem pronunciar a palavra chibolete de forma correta, foram degolados e morreram quarenta e dois mil.
Em vez de se unirem para lutarem contra seus inimigos, os israelitas estavam lutando e exterminando uns aos outros.

Os efraimitas eram problemáticos, e voltaram a causar problemas, como haviam feito quando Gideão vencera os midianitas (Jz.8.1-3). No entanto, Jefté não era tão diplomático como Gideão e simplesmente não aceitou suas acusações e ameaças feitas contra ele. A hostilidade se intensificou, e os comentários depreciativos feitos pelos efraimitas acerca dos gileaditas levaram Jefté e seus homens a pegarem armas e entrarem em uma guerra contra os efraimitas (Jz.12.1-4). No conflito, os gileaditas derrotaram os efraimitas e tomaram os vaus do Jordão (o trecho raso do rio), por onde os homens derrotados teriam de atravessar a fim de voltar para casa (12.5). Todos os que desejassem atravessar deveriam pronunciar a palavra chibolete. Os efraimitas, que não conseguiam articular o som de "ch" nessa palavra e a pronunciavam como sibolete, eram identificados pelo seu sotaque e consequentemente executados. Quarenta e dois mil efraimitas tiveram esse fim (12.6).

Não saber falar a palavra certa, este é o grande problema de muitos cristãos, que ficam distantes e perdem a comunhão com Deus e com a igreja. Quando o cristão perde os bons costumes e a comunhão com Deus, ele deixa de falar a linguagem da fé, e perde o foco da adoração a Deus.

Chibolete significa rio corrente, riacho ou uma espiga de trigo.
Sibolete tem o mesmo significado porem, já era um dialeto efraimita.
Simbolicamente a palavra chibolete gera vida, enquanto sibolete gera morte.

SIBOLETE=MORTE.

Quem não consegue falar a linguagem do povo de Deus, não pode fazer parte da nação santa. Quem fala sibolete faz parte de outro povo e estar sujeito a morte.
A falta de comunhão com Deus e com o corpo de Cristo nos leva a falar uma língua diferente.
A causa do surgimento de heresias é justamente esta falta de comunhão com o corpo de Cristo. Pequenas coisas podem significar sibolete para a vida de muitos. A falta de concordância, de submissão, de liberação do perdão, leva muitos a criarem suas próprias interpretações quanto a Bíblia. Infelizmente a consequência é perder a comunhão com Deus e morrerem espiritualmente.
Sibolete neste ponto de vista é: Afastamento da igreja, interpretação própria da Bíblia, falta de disponibilidade para servir a Deus. Enfim, é ficar pra trás, é perder a identidade de verdadeiro cristão.

CHIBOLETE=VIDA.

Chibolete é vida, paz, segurança, prosperidade e verdade. Chibolete significa falar a linguagem do Espírito, é falar o idioma da fé  e viver debaixo da vontade de Deus. Falar chibolete é viver em comunhão com Deus e com o corpo de Cristo. É viver pela palavra de Deus e ter vida através da mesma. É viver em santidade e estar disposto a servir. Vivendo em santidade certamente viverás e não morrerás. Diga sempre CHIBOLETE que é vida e nunca SIBOLETE que é morte. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário