quarta-feira, 24 de julho de 2019

20 CLASSES DE PESSOAS QUE IRÃO PARA O INFERNO.

Os ímpios serão lançados no inferno e todas as nações que se esquecem de Deus (Sl.9.17).

O inferno existe e é real, o inferno não é aqui como muitos pensam e declaram. O inferno não é no beco da fome como muitos diziam em tom de zombaria e brincadeira. O inferno é um lugar de punição e castigo que está preparado para o Diabo e seus anjos. Deus não criou o inferno para o homem, porém, por causa da desobediência muitos serão punidos e lançados no inferno juntos com o Diabo e seus anjos. Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos (Mt.25.41).
A Bíblia chama o inferno de lugar de tormento eterno: E irão estes para o tormento eterno, mas os justos, para a vida eterna (Mt.25.46).

NO DIA DO JUÍZO FINAL NINGUÉM ESCAPA.

E vi um grande trono branco e o que estava assentado  sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles.
E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 
E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo (Ap.20.11-15).

Não erreis: Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus (I Co.6.10).

Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte (Ap.21.8).

Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira (Ap.22.15). 

O apóstolo Paulo, nos apresenta uma lista de dez classes de pessoas que ficarão de fora do Reino de Deus, por causa das suas praticas pecaminosas.
Da mesma forma, o apóstolo João cita dez classes de pessoas, que também ficarão de fora e terão a sua parte no lago que arde com fogo e enxofre.

1- Os efeminados.

São homens que não tem atitudes varonil, mas são delicados em seus atos e querem ser mulher. Os efeminados, também são homossexuais passivos que vivem nas suas praticas pecaminosas sem se importarem com o juízo de Deus. Eles se submetem a todo tipo de depravação sexual com outros homens. Estes tais, não herdarão o Reino de Deus.

2- Os sodomitas.

E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homem com homem, cometendo torpeza e recebendo entre si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro (Rm.1.27).
Os sodomitas, são homossexuais ativos que preferem manter relações sexuais com homens e desprezam as mulheres. Estes tais, também não herdarão o Reino de Deus.

3- Os ladrões.

Os ladrões, são pessoas que vivem na pratica viciosa de subtraírem dos outros aquilo que não lhe pertence. Isto envolve roubos e furtos, bem como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Estes tais irão para o inferno, e não herdarão o Reino de Deus.

4- Os avarentos.

Os avarentos, são pessoas que tem apego demasiado ao dinheiro, e vivem numa busca desenfreada pelo dinheiro, amam o dinheiro e chegam ao ponto de dizerem: "O meu deus é o meu dinheiro".
Geralmente essas pessoas são mesquinhas, pão duro, mão de vaca, não gostam de ajudar ninguém, nem dividem nada do que tem. Quando emprestam dinheiro, o fazem com usura. Estes tais, também não herdarão o Reino de Deus.

5- Os bêbados.

Os bêbados, são pessoas viciadas em bebidas alcoólicas, que vivem mais ébrias do que sóbrias. São alcoólatras e vivem para beber. Geralmente estas pessoas perderam totalmente o domínio próprio e se tornaram bêbados inveterados; ou seja, muito antigo, de longas datas. Estes também não herdarão o Reino de Deus.

6- Os glutões.

O pecado da glutonaria também faz parte da lista de pecados dos que não herdarão o Reino de Deus. Na sua citação das obras da carne em Gálatas 5.19-21, Paulo também inclui a glutonaria como pecado que exclui as pessoas que a pratica do Reino de Deus.
Este tipo de pecado, além da comilança exagerada, também envolve a orgia e a perversão sexual. O fato é, que tem pessoas que vivem para comer e não comem para viver. Portanto, a glutonaria é pecado, e os tais que vivem nela, não herdarão o Reino de Deus. 

7- Os maldizentes.

Os maldizentes, são tidos como caluniadores que vivem para infernizar a vida dos outros, sem se importarem com as consequências que podem causar na vida do próximo. São pessoas maldosas que falam mal dos outros, mexeriqueiros, semeadores de contendas, difamadores. Estes tais, se não se converterem para Deus, irão para o inferno.

8- Os roubadores.

Os roubadores, são pessoas trapaceiras que vivem trapaceando as pessoas, usando de má fé e artifícios através de atos de estelionatários e outros tipos de enganos. Eles estão em todos os seguimentos da sociedade; aparentam até serem pessoas de bem, mas são verdadeiros embusteiros disfarçados de honestos. Estes tais, irão para o inferno se não se converterem para Deus.

9- Os ímpios.

Os ímpios serão lançados no inferno e todas as nações que se esquecem de Deus (Sl.9.17). Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; eis a porção do seu copo (Sl.11.6).
Os ímpios são pessoas que não temem a Deus, nem respeitam os que temem. Eles são blasfemadores, irreverentes, arrogantes e desprezam as coisas sagradas. Não querem saber de Deus, são egoístas e vivem em torno de si mesmo. Para os tais só resta o fogo do inferno.

10- Os desviados.

São aqueles que estão afastados do Evangelho, conheceu a Deus e abandonou por causa do pecado. Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se lhes o último estado pior que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo, sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito; a porca lavada, ao espojadouro de lama (II Pedro, 3.20-22). O destino dos apostatas e dos desviados é o inferno.

11- Os tímidos.

Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação. Portanto, não se envergonhe de testemunhar de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro Dele ... (II Timóteo, 1.7,8). 
Os tímidos São pessoas covardes que tem medo de proclamar o evangelho para não sofrerem retaliações e por isso não querem compromisso com Deus. Também são aqueles que confessam ser amigos do evangelho, mas sempre dizem que ainda não está na hora de aceitar a Jesus como Salvador, preferindo antes os prazeres mundanos. São covardes em relação a fé e preferem se render ao pecado. Os tais, segundo a Bíblia, irão para o inferno.

12- Os incrédulos.

São pessoas que não acreditam na Bíblia, nem em Deus. Geralmente os incrédulos não acreditam em nada, nem no inferno, nem no céu, nem em salvação. É aquele que diz: "Eu vou pagar pra ver". E mais: "Só acredito em Deus se Ele aparecer pra mim". Esse vai morrer e vai para o inferno sem ver Deus.

13- Os abomináveis.

São pessoas imorais, devassas e depravadas que vivem nas suas praticas abomináveis, fazendo do sexo pervertido e outras praticas detestáveis por Deus, o seu estilo de vida preferido. Estes também são candidatos ao inferno.

14- Os homicidas.

São os assassinos que seguem o caminho de Caim, matam o seu semelhante sem nenhum temor a Deus e sentem prazer em fazê-lo. Homicidas também são aqueles que matam não só fisicamente uma pessoa, mas espiritualmente e emocionalmente. Matam esperanças, projetos e sonhos. São homicidas também, aqueles que usam a sua língua como um veneno mortal para destruir vidas. Esses também irão padecer no fogo do inferno.

15- Os fornicadores.

São pessoas adúlteras e imorais que mantém relações sexuais fora do casamento. vivem nessa pratica de traição conjugal como se fosse algo normal. Também são aqueles que adulteram mantendo relações com outros homens e mulheres estando casados. Todos que se prostituem e são praticantes do homossexualismo, irão para o inferno!

16- Os feiticeiros.

São pessoas que praticam a feitiçaria em seus vários seguimentos. A feitiçaria, segundo a bíblia é uma forma de rebelião contra Deus (I Sm.15.22,23). Esta pratica é reprovada por Deus desde a época de Moisés (Deut.18.10-12). Portanto, os praticantes da feitiçaria, se não se arrependerem, irão para o inferno.

17- Os idólatras.

São pessoas que depositam a sua fé em imagens de esculturas e prestam culto a deuses falsos, provocando com isso a ira do Deus vivo e Verdadeiro. Também é considerada idolatria, tudo aquilo que toma o lugar de Deus. Ou seja: Quando as pessoas colocam as coisas como prioridades na sua vida em lugar de Deus, isto é idolatria. Os idolatras também ficarão de fora do céu.

18- Os mentirosos.

Os mentirosos são pessoas que vivem na pratica da mentira, elas tem prazer em mentir, em disfarçar e viver uma vida de falsidade. Tem gente que mente tanto que acha que sua mentira é verdade. Os mentirosos são filhos do Diabo, porque o Diabo é o pai da mentira. Jesus disse aos religiosos da sua época: Vós tendes por pai ao Diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira (João, 8.44). Portanto, se você se diz cristão e vive mentindo, você é um forte candidato ao inferno. Deixe a mentira, fale e viva a verdade, só assim você vai escapar de ir para o inferno. 

19- Os falsos cristãos.

São pessoas que se dizem cristão, seguidoras de Cristo, mas no entanto o seu comportamento de vida não condiz com a verdade do evangelho. São pessoas que entraram no evangelho, mas o evangelho não entrou nelas. Muitos cristãos estão como as virgens imprudentes que ficaram de fora por não estarem preparadas (Mt.25.1-13). 
Muitos se intitulam de cristãos, mas estão vivendo um evangelho de conveniências, ao seu bel-prazer, do seu jeito e não como a palavra de Deus recomenda. Porém, a Bíblia declara: Sem santidade, ninguém verá o Senhor (Hebreus 12.14). Estes falsos cristãos, se não se converterem, irão todos para o inferno.

20- Os cães.

Quem são os "cães" segundo a Bíblia? 

No livro de Deuteronômio, 23.18 está escrito: Não trarás salário de prostituta nem dinheiro de cão à Casa do SENHOR, teu Deus, afim de pagar algum voto, porquanto o SENHOR, teu Deus, por ambos tem repugnância.
Esta expressão, cão ou cachorro em hebraico, é usada como uma forma depreciativa para se referir a homens que se prostituem.
Na tradição judaica do A.T., o termo "cães" era aplicado a todas as pessoas que se envolviam com práticas impuras em rituais religiosos e procedimentos imorais contrários à Lei de Deus. Este ritual religioso que envolvia prostituição era comum em Canaã como rito religioso pagão, que infelizmente, tem sido incorporado por algumas seitas ocultistas em nossos dias.

No livro do profeta Isaías, Deus condena o comportamento dos lideres de Israel e os chama de cães devoradores e pastores sem entendimento, descomprometido com Deus e com o povo, que buscam vantagens para si. Assim está escrito: As sentinelas de Israel estão cegas e não tem conhecimento, todas elas são como cães mudos, incapazes de latir. Deitam-se e sonham; só querem dormir. São cães devoradores e insaciáveis. São pastores sem compreensão nem entendimento; todos apenas seguem seu próprio caminho, cada um busca com avidez vantagens apenas para si (Is.56.10,11).

O apóstolo Paulo escrevendo aos filipenses, também faz uso deste termo "cães" ao se referir aos falsos obreiros. Ele diz: Tomai cuidado com os "cães", cuidado com esses que praticam o mal, cuidado com a falsa circuncisão (Fp.3.2). Paulo usa a expressão "cães" para demonstrar a irracionalidade e a ferocidade com que os falsos mestres se opunham ao verdadeiro Evangelho. A gravidade das heresias que eles ensinavam, podiam causar resultados comparados ao ataque de um "cão" devorador. Esses falsos mestres distorciam de tal maneira o significado do ritual da circuncisão, que Paulo o chama literalmente de "mutilação", pois perdera seu principal conceito espiritual nos ensinos desses falsários.

Finalmente, esta expressão "cães" aparece pela última vez em Apocalipse, 22.15 fazendo parte de seis classes de pessoas que não entrarão no Reino de Deus. Portanto, os cães na Bíblia, está relacionado com pessoas religiosas que se prostituem, com os falsos pastores que apascentam a si mesmo e são gananciosos; e  com os falsos mestres ou pregadores que distorcem a palavra de Deus para atraírem as pessoas para si, em busca dos seus próprios interesses.

CONCLUSÃO:
Todos estes que foram citados à luz da Bíblia, são fortes candidatos ao inferno se não se arrependerem e se converterem para Deus de todo coração.
Enquanto há vida, há esperança. Depois da morte segue-se o juízo.
E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo (Hb.9.27).

Nenhum comentário:

Postar um comentário