sábado, 20 de julho de 2019

REMINDO O TEMPO.

Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus (Efésios, 5.15,16).

Segundo a Bíblia, a origem do tempo está na intervenção de Deus ao criar o planeta terra e o ser humano. No plano original, o ser humano foi criado para viver infinitamente. Mas, após a Queda, ele perdeu o direito à imortalidade e passou a experimentar um relacionamento finito com o tempo, onde passado, presente e futuro trazem a dimensão temporal da vida terrena. Assim, o ser humano percebe que sua existência é efêmera, passageira e terminal. Portanto, nós estamos limitados ao tempo.

O TEMPO ADMINISTRADO E VIVIDO COM SABEDORIA.

Deus é o Senhor do tempo, Ele criou o tempo e suas estações para mostrar ao homem os seus limites. Após o pecado ter entrado no mundo, o tempo passou a fazer parte da vida do homem. Deus nos deu o tempo, mas Ele não vive no tempo. O tempo é nosso, é um dom de Deus para humanidade. O tempo como dádiva de Deus deve ser aproveitado da melhor forma possível. Devemos usufruir do tempo o máximo que pudermos; porém, devemos administra-lo de maneira sábia e prudente, para não sermos punidos pela má administração do nosso tempo. Por isso o apóstolo Paulo disse: "Remindo o tempo, porquanto os dias são maus".

APROVEITE CORRETAMENTE O SEU TEMPO.

Nós somos mordomos do tempo, e devemos administra-lo muito bem. Deus nos dá o tempo e cada pessoa decide como administrá-lo. Devemos administrá-lo com sabedoria e prudência, pois, no final o próprio Deus nos pedirá contas.
O nosso tempo ao longo da nossa vida é fracionado em várias áreas do nosso cotidiano. Devemos viver o tempo que temos, com alegria, satisfação e prazerosamente. Muitas pessoas já disseram: "Ah, se eu pudesse voltar o tempo, eu faria tudo diferente". Mas o tempo não volta, e por isso temos que aproveita-lo de forma correta, com prudência e sabedoria.
Há três coisas que não voltam:
- A palavra dita.
- A oportunidade perdida.
- O tempo que passou.

EM QUE DEVEMOS EMPREGAR O NOSSO TEMPO?

* Em Deus.
Devemos empregar boa parte do nosso tempo para Deus, isto envolve fé, devoção, adoração através da música e toda liturgia que envolve o culto. A oração e a leitura da palavra deve ser parte integrante da nossa vida cotidiana com Deus.

* Na nossa profissão secular (no trabalho).
Devemos empregar o nosso tempo produtivo em nossas atividades diárias.
O nosso trabalho, nosso emprego, nossa profissão e toda atividade que dignifica o homem diante da sociedade, é bênção de Deus para o nosso sustento e para nossa família.

* Na nossa família.
Devemos reserva sempre um tempo para família; a atenção ao nosso cônjuge e aos nossos filhos deve ser prioridade. Um bom diálogo, uma boa descontração e um bom passeio é salutar para nossa família.

* Na obra de Deus.
Na obra de Deus, não pode ser diferente; devemos empregar parte do nosso para prestarmos um grande serviço no Reino de Deus.

* No nosso lazer.
A nossa vida não é só trabalho, nem igreja, Deus está acima de tudo, mas temos que reserva tempo também para o nosso lazer. Sorrir, brincar, praticar esportes, banho de mar, piscina, cachoeira, viagem, acampar, boas aventuras que irão nos tirar da rotina e nos desistressar, faz bem para nossa saúde física e psicológica.

* Cuidando de nós mesmos.
Devemos também ter tempo para cuidar de nós mesmos, da saúde do nosso corpo, fazendo exames médico; fazer caminhada, nos exercitar, cuidar da nossa aparência e ter uma boa alimentação.

CONCLUSÃO:
O tempo pode ser contado, medido, dividido, analisado ou estudado. Neste sentido, Moisés escreve no seu salmo: "Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio (Sl.90.12). O tempo e a oportunidade não voltam, por isso devemos aproveita-lo. É impossível recuperar o tempo perdido; por isso, é indispensável aproveitar diligentemente o tempo que Deus nos concede. Só se vive uma vez. Viva bem hoje, amanhã Deus proverá. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário