quinta-feira, 10 de outubro de 2019

NÃO DESPREZE AS COISAS PEQUENAS.

Pois aqueles que desprezam o dia das pequenas coisas terão grande alegria ao verem a pedra  principal nas mãos de Zorobabel (Zacarias, 4.10).

Geralmente nós somos tendenciosos a valorizar as coisas grandes e desprezar as pequenas. Na lógica humana, as coisas grandes são valorizadas e aplaudidas; enquanto as pequenas são desprezíveis e sem valor. Porém, muitas coisas que começaram pequenas tornaram-se grandes, porque a grandeza vem depois da humildade.
O fato é que o povo estava desanimado para construção do novo templo após a volta do cativeiro. Comparando com o edifício grandioso de Salomão, o novo templo era relativamente insignificante (Ed.3.12; Ag.2.3). Fato que causou desânimo em muitos e os levou a expressar descontentamento com o templo de Zorobabel. Em resposta a essas atitudes, o SENHOR declara através do profeta: Quem despreza o dia das coisas pequenas esses se alegrarão ao verem o prumo na mão de Zorobabel (4.10). Algo que parece pequeno e desprezível se tornará grande e bem sucedido estando nas mãos de Deus. Se estamos trabalhando de acordo com a vontade de Deus, não devemos desprezar os começos humildes.

O QUE DIZEM SOBRE AS COISAS PEQUENAS?

- Nos pequenos frascos estão os melhores perfumes.

- Nos pequenos começos há um futuro promissor.

- Nos pequenos gestos de amor estão os grandes benefícios.

- Os grandes rios sempre começam de uma pequena fonte.

O QUE DIZ A BÍBLIA SOBRE AS COISAS PEQUENAS?

Com os humildes está a sabedoria.
Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria (Pv.11.2).

Deus dá entendimento aos símplices.
A exposição das tuas palavras dá luz, dá entendimento aos símplices (Sl.119.130).

Deus dá graça aos humildes.
Antes, Ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes (Tg.4.6).

Deus exalta os humilhados.
Humilhai-vos perante o Senhor, e Ele vos exaltará (Tg.4.10).
Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte (I Pe.5.6).

COISAS PEQUENAS E INSIGNIFICANTES NAS QUAIS DEUS MANIFESTOU O SEU GRANDE PODER:

- Uma vara na mão de Moisés.

- Uma queixada de jumento na mão de Sansão.

- Um pouco de azeite na botija na mão do profeta.

- Vinte pequenos pães de cevada alimentam cem homens.

- Uma pedrinha atirada com uma funda pela mão de Davi.

- Cinco pães e dois peixinhos nas mãos de Jesus alimentam mais de cinco mil pessoas.

CONCLUSÃO:
Nada que começa grande poderá ser bem sucedido. Toda fonte é humilde, tudo que é grande começou pequeno, toda construção começa de baixo. Deus não trabalha com coisas grandes, mas Ele transforma os pequenos em grandes. Jesus, sendo Deus, Ele não veio a terra como grande. O seu nascimento foi humilde, a sua vida foi humilde e a sua morte foi humilhante. Ele desceu para viver como homem, Ele veio para ser servo, Ele foi o grande que se tornou pequeno, tudo isso para salvar o homem. O Mestre nos ensinou, que no Reino de Deus o pequeno é grande e o grande é pequeno. Nós somos grandes, quando nos tornamos pequenos. Portanto, não despreze as coisas pequenas, nos subestime os pequenos. Lembre-se, um com Deus é maioria. O seu começo poderá ter sido pequeno, mas daqui pra frente será grande ao extremo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário