segunda-feira, 18 de março de 2019

É TEMPO DE VIGIAR!

Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente e fortalecei-vos (I Co.16.13).

A vigilância deve ser um exercício constante da fé na vida do cristão, até que Jesus venha. A palavra "vigiar" aparece 61 vezes no texto Sagrado. A palavra "vigiar" significa dizer: Permanecer acordado, estar alerta, manter-se sóbrio e estar sempre de prontidão. Geralmente a vigilância vem acompanhada de oração, Jesus disse, vigiai e orai, para que não entreis em tentação (Mt.26.41). Paulo diz: Orando em todo o tempo ... e vigiando nisso com toda perseverança ... (Efésios, 6.18). A oração e a vigilância fazem parte do combate da fé; a grande estratégia de Satanás é fazer com que os cristãos fiquem presos nos entretenimentos e não tenham tempo para orar. A falta de oração e vigilância tem levado muitos cristãos a caírem nas armadilhas do Diabo. 

A VIGILÂNCIA EM RELAÇÃO À DOUTRINA.

Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem (I Timóteo, 4.16).
Porque haverá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério (II Timóteo, 4.3-5). 

A VIGILÂNCIA EM RELAÇÃO AOS FALSOS MESTRES.

Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com o seu próprio sangue.
Porque eu sei isto: Que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai ... (Atos, 20.28-31).

A VIGILÂNCIA EM RELAÇÃO AO PECADO.

Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia (I Co.10.12).
Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente e fortalecei-vos (I Co.16.13).
Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis (Gálatas, 5.17).

A VIGILÂNCIA EM RELAÇÃO AS AÇÕES DO DIABO.

Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo (I Pedro, 5.8,9).

A VIGILÂNCIA EM RELAÇÃO A VOLTA DE JESUS.

Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.
Por isso, estai vós apercebidos também, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis (Mateus, 24.42,44).
Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir (Mt.25.13).

CONCLUSÃO:
Todo cristão sincero que estar aguardando a volta de Jesus, deve viver uma vida de constante vigilância. Vigiar se constitui uma atitude prudente por parte dos crentes. O cristão que não vive em vigilância, está vulnerável aos ataques de Satanás e corre o risco de ser surpreendido na volta de JESUS. Portanto, vigiemos, porque o diabo não dorme, os seus ataques são pesados e constantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário