domingo, 14 de junho de 2020

O FIO ESCARLATE.

E disseram-lhe aqueles homens: Desobrigados seremos deste teu juramento que nos fizeste jurar, se, vindo nós à terra, não atares este cordão de fio de escarlata à janela ... (Js.2.17,18).

Se Raabe não houvesse obedecido a ordem dos espias em colocar o fio de escarlate na janela da sua casa, certamente ela teria sido destruída juntamente com toda sua família, como foram os habitantes de Jericó.
O fio de escarlate representa um simbolo do sangue de Cristo. Assim como o fio de escarlate serviu como sinal para proteção e salvação de Raabe, assim também o sangue de Cristo nos garante proteção e salvação eterna.
O escritor aos hebreus faz menção a este fato histórico e cita Raabe na galeria dos heróis da fé: "Pela fé, caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias. Pela fé, Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias (Hb.11.30,31).
Raabe alcançou a graça de Deus e foi acolhida por Josué, fazendo parte da nação de Israel, e ainda teve o privilégio de ser contada entre os heróis da fé e fazer parte da genealogia de Jesus Cristo (Mt.1.5).

O SANGUE COMO SIMBOLO DA NOSSA REDENÇÃO APARECE DESDE GÊNESIS ATÉ APOCALIPSE.

1- O SANGUE DA PROVISÃO.

Pela morte do cordeiro para confeccionar as vestes para vestir Adão e Eva.
E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu (Gn.3.21).
João faz menção ao Cordeiro que foi morto deste a fundação do mundo (Ap.13.8).

2- O SANGUE DA PROTEÇÃO.

Pela morte do cordeiro Pascoal. O sangue do cordeiro era aspergido nos umbrais das portas para proteger as famílias israelita do destruidor havia de passar sobre todas as casa no Egito, porém, onde havia o sangue do cordeiro, o destruidor não entrava (Ex.12.21-23).

3- O SANGUE DA EXPIAÇÃO.

Pelo derramamento de sangue de animais oferecido em sacrifícios diários e anuais para perdoa a nação de Israel.
Depois, Arão levantou as mãos ao povo e o abençoou; e desceu, havendo feito a expiação do pecado, e o holocausto, e a oferta pacífica. Então, entraram Moisés e Arão na tenda da congregação; depois, saíram e abençoaram o povo; e a glória do SENHOR apareceu a todo o povo (Lv.9.22,23).

4- O SANGUE DO LIVRAMENTO.

Representado pelo fio de escarlate para livra Raabe e sua família da destruição sobre a cidade de Jericó e seus habitantes (Js.2.17,18).

5- O SANGUE DA REDENÇÃO.

Fomos redimidos e resgatados pelo precioso sangue de Cristo derramado na cruz para salvação da humanidade.
Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado (I Pe.1.18,19).

CONCLUSÃO:
O sangue de Cristo é o único meio aceito por Deus que garante a nossa salvação. O sangue de Cristo pagou de uma vez por todas, o preço do nosso resgate e nos tornou livres e libertos para servirmos ao Deus vivo e verdadeiro. O sangue do Cordeiro é tema de um novo cântico que é cantado no céu: "E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo, e nação; e para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra" (Ap.5.9,10). Amém!

2 comentários:

  1. Deus sempre tem para nos fortalecer e nos ajudar sempre a proseguir este Blogge nos ajuda e nos faz abrir o nossos olhoe espiritual obrigado so Deus pode recompensar abundantemente te abençoa

    ResponderExcluir
  2. Amém.
    Obrigado Marcelo pela visita ao nosso Blog e pelo comentário.
    Um abraço, no amor de Cristo.

    ResponderExcluir