terça-feira, 24 de abril de 2018

VENTOS DE DOUTRINAS.


.... Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo (Efésios, 4.14,15).

Paulo instrui os irmãos da igreja em Éfeso para que sejam maduros na fé e cresçam no conhecimento da verdade. Caso contrário, eles seriam como meninos inconstantes (sem segurança), levados por todo vento de doutrina. Na tradução King James atualizada, diz: O objetivo é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para o outro pelas ondas teológicas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela malícia de certas pessoas que induzem os incautos ao erro (Ef,4.14). São chamada de vento de doutrina, porque são modismo doutrinário que vem e vão. São heresias camufladas de "verdade" que se apresentam aos cristãos como se fossem remédio, quando na verdade, são veneno. A verdade é que estamos vivendo uma época de muitos modismos e inovações, e muitas ondas teológicas que não tem nenhum respaldo bíblico. Apesar de vivermos em uma época de informação imediata, muitos cristãos ainda são enganados por falta de conhecimento da palavra de Deus e maturidade espiritual. São meninos na fé.

O fato é que a falta de maturidade cristã, tem levado muitos cristãos a viverem uma fé infantilizada. É triste o fato de que muitos cristãos têm suas vidas direcionadas por modismo e inovações que fogem dos princípios bíblicos. A pregação e o ensino bíblico, tornou-se insuficiente para muitos. Não são poucos os que vivem correndo em busca de "profetas" (adivinhos), que com sua percepção aguçada falam exatamente o que eles querem ouvir. Vivendo assim em um círculo vicioso e permanecendo como meninos inconstantes levados por todo vento de doutrina. Quando a verdadeira fé vem pelo ouvir, conhecer e praticar a palavra de Deus (Romanos, 10.17). As falsas doutrinas se apresentam com aparência de coisas boas, mas na realidade é bem diferente do que aparentam. 

Portanto, fuja das manobras religiosas, cheias de animações e facilidades, prometendo bênçãos e prosperidade, quando na realidade é uma falácia, um engano, uma falsa doutrina. Que possamos seguir as orientações do apóstolo Paulo, e do escritor aos hebreus, que diz: Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça e não com manjares, que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram (Hebreus, 13.9). Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário